7 dicas para melhorar o desempenho sexual

7 dicas para melhorar o desempenho sexual

Amor e Sexo

7 dicas para melhorar o desempenho sexual

Quer melhorar o seu desempenho sexual? Existem certos comportamentos que pode adotar (ou evitar) que podem ser uma grande ajuda.

Artigo de Equipa Paraeles

17-10-2019

Por muito boa que seja o nosso desempenho sexual, existe sempre espaço para melhorar. Muita desta melhoria passa por evitar alguns comportamentos que temos durante o dia que, sem contarmos, têm uma influência negativa no ato. Nomeadamente, no que à ereção diz respeito. Fumar, por exemplo, é um desses comportamentos que deve evitar. Por outro, a tal melhoria também é ajudada com o adquirir de certas rotinas, tais como comer alimentos ricos em flavonóides.

Estão longe de ser o segredo milenar que lhe vai garantir uma ereção quase infinita, mas as setes dicas que a edição norte-americana da revista Men’s Health reuniu prometem fazer diferença (mesmo que pequena). No fundo, são pequenos comportamentos – a evitar ou a adotar – que o vão colocar mais perto do desempenho desejado.

Veja o vídeo:

O cigarro pode ser um grande entrave à melhoria do seu desempenho sexual

Relaxar. Um dos principais segredos é relaxar. Não pense demasiado na ereção e no ato em si, procure aproveitar o momento e seguramente que tudo vai correr muito melhor. A ansiedade é um inimigo feroz que deve evitar a todo o custo.

Beber café. Um estudo apurou que quem bebe dois a três cafés por dia tem menos probabilidade de vir a sofrer de disfunção erétil.

Exercício físico. O cardio é muito importante para o coração e, naturalmente, para o “comportamento” do seu pénis.

Não beba álcool. Até pode deixá-lo mais desinibido, mas o álcool afeta a função nervosa responsável pela criação da ereção.

Leia ainda: As 7 dúvidas mais comuns sobre o sexo durante a menstruação

Comer alimentos ricos em flavonóides. Deve ponderar acrescentar alimentos como mirtilos, laranjas, uvas e peras à sua dieta. São alimentos ricos em flavonóides que, segundo um estudo, incluídos na alimentação, diminuem em 19% a probabilidade de desenvolver disfunção erétil.

Melhore a higiene oral. Homens com doença gengival ou periodontal (resultante da acumulação de placa nos dentes) estão duas vezes mais propensos a sofrer de disfunção erétil.

Deixe de fumar. Para ter uma ereção duradoura, o coração necessita bombear com força o sangue para o pénis. O cigarro dificulta e muito esta missão, pelo que prejudica a sua perfomance sexual.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

17-10-2019



RELACIONADOS