Samantha X, a jornalista que virou prostituta dá conselhos sobre traições

Samantha X, a jornalista que virou prostituta dá conselhos sobre traições

Amor e Sexo

Samantha X, a jornalista que virou prostituta dá conselhos sobre traições

Com 44 anos e mãe de dois filhos, Amanda, antiga jornalista e residente na Austrália, revelou alguns segredos que são vitais para ter sucesso como acompanhante de luxo.

Artigo de Equipa Paraeles

22-05-2021

Samantha X, ou Amanda Goff, o nome verdadeiro, era umas das acompanhantes de luxo com mais prestígio na Austrália. Após trabalhar neste mundo durante cinco anos, quis passar um pouco da sua sabedoria a quem quer entrar nesta vida. Com 44 anos e mãe de dois filhos, Amanda, a antiga jornalista revelou alguns segredos que são vitais para ter sucesso como acompanhante de luxo.

Samantha X, a jornalista que virou prostituta dá conselhos sobre traições

Com uma carreira de sucesso, Amanda foi uma das 12 mulheres escolhidas para acompanhantes de luxo no concurso na Austrália. Trabalhou depois na agência de “Escort” Samantha X Heroes. Cobrava 600 euros por hora e 1700 por encontro com jantar, Amanda resolveu contar os seus segredos no livro autobiográfico intitulado “Hooked: Secrets of a High Class Escort”.

Cobrava 600 euros por hora e 1700 por encontro com jantar

Agora, no rescaldo da pandemia, Samantha X alerta para o facto das mulheres continuaram a ser traídas. Explicou em entrevista radiofónica que, mesmo com o confinamento imposto em muitos países, “os homens encontram sempre uma forma de trair. “Por exemplo, recomendo que, se têm dúvidas, lhe passem a mão pelo cabelo quando ele chega a casa. Se tiver o cabelo húmido é porque tomou banho noutro local e pode ter estado com outra mulher”, aconselha a ex-acompanhante de luxo.

Leia ainda: Este é o segredo para o sexo perfeito

Outra dica que deu: “Puxem a conversa de uma amiga ou amigo vosso que traiu o companheiro. Se ele se manifestar muito contra, ficar irritado e começar a fazer juízos morais, eu acho que é um bom sinal de que o estão a fazer”, defende a australiana.

Veja também: Estudo defende uso de máscara durante o sexo

Aconselha também a dar atenção à tecnologia que o parceiro usa. “Telemóveis, relógios e pulseiras eletrónicas guardam alguns dados sobre a atividade física do utilizador. E podem revelar atividade sexual, caso verifique que o seu companheiro tem picos de atividade física durante a noite ou quando não estava a fazer desporto”, conclui Amanda.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Samantha X.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

22-05-2021



RELACIONADOS