O “Prédio do Sexo” tem nove andares e mais de 300 prostitutas

O “Prédio do Sexo” tem nove andares e mais de 300 prostitutas

Amor e Sexo

O “Prédio do Sexo” tem nove andares e mais de 300 prostitutas

Provavelmente, o maior bordel do mundo. Um edifício em pleno coração da cidade de São Paulo, no Brasil, está a dar que falar devido ao facto de albergar mais de 300 prostitutas.

Artigo de Equipa Paraeles

21-09-2018

São 9 andares de pedra e cimento transformados num gigante bordel. No coração da cidade de São Paulo, no Brasil, um edifício conhecido como “Prédio do Sexo” está a dar que falar por albergar mais de 360 mulheres que trabalham como prostitutas.

Para quem vê de fora, o prédio parece ser meramente residencial, mas no seu interior estão dezenas de mulheres que, em troca de dinheiro, oferecem favores sexuais aos seus clientes.

No Prédio do Sexo, as mulheres cobram seis euros por 15 minutos

Os visitantes são convidados a subir até ao último piso e vão descendo até encontrarem a prostituta que melhor se enquadra naquilo que pretendem. Por 15 minutos no quarto, as mulheres cobram 30 reais, qualquer coisa como seis euros.

Um jornalista da Rede TV, estação televisiva brasileira, infiltrou-se no prédio, fazendo se passar por cliente, para explorar o espaço. Entre várias coisas, o jornalista descobriu que o negócio recebe o compadrio da polícia a troco de subornos.

Veja a reportagem completa:

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

21-09-2018



RELACIONADOS