Os melhores exercícios para o coração

Os melhores exercícios para o coração

Desporto

Os melhores exercícios para o coração

O coração é um músculo que tal como os outros músculos também necessita de ser trabalhado. Para assinalar o Dia Mundial do Coração o paraeles dá-te a conhecer os exercícios que trazem mais benefícios à saúde cardíaca. Fica também a saber quais os exercícios que deves evitar.

Qualquer músculo fica mais forte e saudável quando é trabalho. E o coração não é exceção. Uma vida saudável e ativa traz bastantes benefícios à saúde cardíaca. Até porque as pessoas que não praticam desporto com regularidade aumentam praticamente para o dobro o risco de vir a sofrer uma doença cardíaca. Praticar exercício físico com regularidade ajuda a queimar calorias, reduz os níveis de colesterol e ajuda a controlar a pressão arterial. No Dia Mundial do Coração fica a saber quais os melhores exercícios para o coração.

A Organização Mundial de Saúde recomenda 30 minutos de exercício físico diário. Uma caminhada diária é uma excelente opção. E um bom ponto de partido para quem não pratica exercício com a regularidade desejada. A caminhada pode ser intervalada com momentos de corrida até, caso seja esse o desejo, que o treino passe a ser composto por corrida. Neste artigo ficas a saber como passar da caminhada à corrida em 30 dias. Outros exercícios aeróbicos, como é o caso de andar de bicicleta, são opções que ajudam a manter a saúde do coração. A natação é uma boa opção para quem não pode praticar desportos de impacto. Nota importante: a pessoa deve conseguir falar com outras enquanto pratica desporto. Caso contrário é sinal de que se está a esforçar muito o coração.

 

Exercícios aeróbicos são bons para o coração.

 

O yoga é igualmente bom para o coração. A calma ajuda a reduzir a pressão sanguínea ao mesmo tempo que torna os vasos sanguíneos mais elásticos. Quanto mais músculos estiverem envolvidos numa modalidade melhor. Faz com que o coração trabalhe mais para dar energia aos outros músculos. Intervale os treinos. Esta é uma das regras de sucesso para prevenir doenças cardíacas, diabetes e perder peso. O segredo está em intervalar a intensidade dos treinos. Por exemplo, no caso de uma caminhada, alternar três minutos em passo normal com um em velocidade acelerada. O aumento e diminuição da frequência cardíaca torna o corpo mais eficiente.

Do outro lado da balança estão os exercícios a evitar. Que são basicamente todos aqueles para os quais a pessoa não está preparada. Tal como querer correr longas distância quando não se corre com frequência. Querer pedalar uma distância muito grande quando não se anda de bicicleta. Outra opção a ter em conta é o prazer que se tem enquanto treina. Mais do que escolher os desportos mais populares, cada atleta deve escolher aquele de que mais gosta, o que fará com que o treino seja prazeroso em vez de penoso. Tudo isto deve ser combinado com uma alimentação saudável.

Clica nas imagens e lê mais artigos em destaque

Artigo de
Bruno Seruca

RELACIONADOS