Ponte de Lima, a vila histórica minhota que tem mesmo de conhecer

Ponte de Lima, a vila histórica minhota que tem mesmo de conhecer

Lifestyle

Ponte de Lima, a vila histórica minhota que tem mesmo de conhecer

O Largo de Camões é considerado pelos habitantes locais a zona mais nobre e a sala de visitas da vila.

Artigo de André Cruz Martins

09-09-2019

A vila de Ponte de Lima é um dos mais belos destinos a explorar no norte de Portugal, mais concretamente no Minho. O seu ex-libris, que conjuntamente com o rio que banha a vila, deu o nome à localidade, é a sua ponte. São na verdade duas pontes. Um troço medieval de maior dimensão, que tem início na margem esquerda e se estende até à Igreja de Santo António da Torre Velha e passa ainda em dois arcos. Depois, o troço que resta da ponte romana.

Não perca: Amarante, uma cidade encantadora entre o Porto e o Vale do Douro

É muito provável que a ponte romana date do século I. Foi nessa época que se procedeu à abertura do trajeto de uma das vias militares do antigo “Conventus Bracaraugustanus”, que ligava Braga a Astorga, mandada abrir pelo Imperador Augusto.

A zona nobre da vila

O Largo de Camões é considerado pelos habitantes locais a zona mais nobre e a sala de visitas da vila. Criado com a demolição da muralha, foi assim denominado na comemoração do III Centenário do poeta Luís de Camões, no ano de 1880. É neste largo que fica um imponente Chafariz, que ficou concluído em 1603. Para passear pela vila, nada melhor do que os Campos do Arnado, zona arborizada de grandes dimensões.

O Museu do Brinquedo

O museu mais conhecido em Ponte de Lima é o do Brinquedo Português, instalado na Casa do Arnado, junto à ponte romana, na margem direita do Rio Lima. A exposição permanente leva-nos numa viagem pelos fabricantes portugueses, desde os finais do século XIX até 1986. Depois, o percurso passa pelo jardim, pela Sala das Brincadeiras, pela Oficina do Brinquedo e por uma sala de exposições temporárias.

Leia ainda: Alcácer do Sal, a joia do Alentejo mais próxima de Lisboa

Na loja, os visitantes poderão encontrar verdadeiras raridades e comprar brinquedos antigos. Referência ainda para a Ecovia do Lima, que tem dezenas de quilómetros, em vários troços, distribuídos por ambas as margens do Rio Lima. Pode ser percorrida a pé ou de bicicleta.

Onde provar a magnífica cozinha minhota

Não faltam excelentes restaurantes em Ponte de Lima, que servem cozinha tradicional minhota. Uma ótima sugestão é A Tulha, no centro histórico. Há muito peixe grelhado, bacalhau à Tulha, costeleta na brasa, caldeirada de anho, mãozinha de vitela com grão e posta de vitela à minhota. Mas a estrela da companhia é o arroz de sarrabulho. O preço médio por refeição é 15 euros.

Dormir num edifício histórico

Uma magnífica opção de alojamento em Ponte de Lima é o Hotel Paço de Vitorino. Fica a dez minutos do centro da vila. Datado do século XVI, este edifício histórico destaca-se pelo estilo barroco e por um enorme jardim que convida ao descanso. Preços por noite a partir de 110 euros por noite.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Ponte de Lima.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
André Cruz Martins

09-09-2019



RELACIONADOS