Peniche: praias fabulosas para surfar, um centro histórico pitoresco as Berlengas ali tão perto

Peniche: praias fabulosas para surfar, um centro histórico pitoresco as Berlengas ali tão perto

Lifestyle

Peniche: praias fabulosas para surfar, um centro histórico pitoresco as Berlengas ali tão perto

A cidade piscatória de Peniche é um destino que atrai cada vez mais turistas. A pouco menos de uma hora de carro de Lisboa, é conhecida em primeiro lugar pelas magníficas praias, ideais para a prática do surf.

Artigo de André Cruz Martins

20-10-2019

A cidade piscatória de Peniche é um destino que atrai cada vez mais turistas. A pouco menos de uma hora de carro de Lisboa, é conhecida em primeiro lugar pelas magníficas praias, ideais para a prática do surf. Supertubos é a praia mais conhecida na região. Considerada uma das melhores para a prática de surf e bodyboard a nível internacional, é famosa pelas suas ondas de forma perfeita e tubular.

Deve o seu nome ao facto das cristas das ondas serem tão longas que criam espaços vazios, autênticos tubos. Outra praia que merece ser visitada é a de São Bernardino. Com areal pouco extenso, está abrigada entre as arribas que a rodeiam. Possui um bom bar-restaurante e destaca-se pelo contraste entre o mar e a paisagem de vegetação natural envolvente.

Pelo centro de Peniche

A Fortaleza é um dos ícones de Peniche. Foi construída no século XVI, como Castelo da Vila. Ao longo dos anos, a fortificação sofreu muitas mudanças, até que no final do século XVII foi construída a praça-forte como a conhecemos hoje em dia. Desde 1984 acolhe um museu com peças de arqueologia e de artesanato local. E que evoca a resistência antifascista, nomeadamente quando o forte serviu de prisão política durante o Estado Novo.

Leia ainda: Cadaval, o refúgio tranquilo e bucólico às portas de Lisboa

Ainda no centro de Peniche, não deixe de visitar a Igreja de São Pedro, do final do século XVI. Foi ornamentada com motivos barrocos, cujo maior exemplo é a capela-mor. Para almoçar ou jantar, sugerimos a Tasca do Joel, na Rua do Lapaduso, onde existe do melhor peixe e marisco que alguma vez provará.

As Berlengas

O arquipélago das Berlengas, composto por três ilhas graníticas, fica muito próximo de Peniche. Foi declarado Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO. Para chegar às Berlengas, tem de apanhar um barco na Marina de Peniche. Depois da chegada ao cais, surge o pequeníssimo Bairro dos Pescadores, com apenas 30 casas. É aqui que fica o único café/restaurante, uma pensão, casas de banho e um mercado.

Veja também: Berlenga, a bonita ilha isolada do mundo onde quem manda são as gaivotas

A partir do Bairro dos Pescadores, existem dois caminhos demarcados para chegar à Berlenga, a única ilha habitável. Têm ambos cerca de 1 quilómetro de extensão, durando cerca de uma hora a percorrer, em velocidade moderada. Na ilha da Berlenga, que tem apenas 1,5 quilómetros de comprimento e 800 metros de largura, vai encontrar águas transparentes e uma paisagem deslumbrante. Não se assuste com os milhares de gaivotas que por lá andam e que fazem muito barulho.

O farol e o Forte de São João Baptista

O ponto mais alto na Berlenga é o seu farol. Entrou em funcionamento em 1842 e está instalado numa torre com 29 metros de altura. Trabalha a energia solar desde o início do ano 2000. Perto do farol fica o Forte de São João Baptista, uma notável fortificação do século XVIII. Como já foi referido, é possível ficar alojado neste local, mas sem qualquer tipo de luxo: deixa de haver luz a partir da meia-hora, tomar banho só com água fria e não existe qualquer hipótese de pedir algum tipo de comida.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Peniche.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
André Cruz Martins

20-10-2019



RELACIONADOS