Rui Vitória e Jorge Jesus voltam a enfrentar-se num duelo milionário

Rui Vitória e Jorge Jesus voltam a enfrentar-se num duelo milionário

Desporto

Rui Vitória e Jorge Jesus voltam a enfrentar-se num duelo milionário

Depois dos duelos em Portugal, treinadores portugueses voltam a lutar pelo título, defendendo as cores dos dois maiores clubes de Riade.

Artigo de Bruno Seruca

11-01-2019

Julho de 2015 marca o início de uma das épocas mais quentes dos últimos anos do futebol português. Jorge Jesus troca o Benfica pelo Sporting, com o desejo de ser campeão pelos leões. Já os encarnados apostam em Rui Vitória, contratado do Guimarães, para atacar o tri. Estava assim dado o pontapé inicial para uma guerra que durou largos meses.

Rui Vitória e Jorge Jesus protagonizaram um bate bocas que durou duas épocas

Cedo começaram as bocas entre os clubes dos dois lados da segunda circular. Jorge Jesus começou por dar os parabéns a Vitória, ainda que de forma irónica. “É inteligente e mantém tudo numa equipa que venceu tudo”, dando a entender que o treinador do encarnados estava a copiar o seu trabalho. JJ também chegou a dizer que no Benfica apenas Rui Costa percebia de futebol. Já Vitória ia dizendo “falo quando quero e com quem quero” e “neste momento o treinador do Sporting fica a falar sozinho.”

“É fácil, se eu quiser, pôr o Rui Vitória deste tamanhinho, mas não ponho”, atacava Jorge Jesus depois de vencer o Benfica no Estádio da Luz. “Eu não quero ser comido de cebolada”, devolvia Rui Vitória depois da derrota, para a Taça, em Alvalade. “Nem eu acreditava. Jogar três vezes com o Benfica bicampeão e ganhar três vezes seguidas”, picava Jorge Jesus. “O Benfica jogou aqui como equipa pequena”, acusou JJ quando o Benfica foi a Alvalade ganhar para o campeonato. Rui Vitória chegou ainda a dizer que o “vendedor de pipocas” de uma festa era mais importante do que o treinador do Sporting.

Rui Vitória levou sempre a melhor em relação a JJ, sendo campeão duas vezes

Este é apenas um resumo das bocas trocadas ao longo de duas épocas. Quanto aquilo que aconteceu em campo, Rui Vitória levou sempre a melhor, tendo sido campeão dois anos seguidos, guiando o Benfica até ao inédito tetra. Entretanto, Jorge Jesus, com muita polémica à mistura, sai de Alvalade e é em lágrimas que ruma à Arábia Saudita para orientar o Al-Hilal. Vitória mantém-se na Luz mas a contestação começa a fazer-se sentir e um mau início de época faz com que o treinador coloque o lugar à disposição. Vieira aceita, Vitória sai e entra Bruno Lage, treinador da equipa B dos encarnados.

Num momento em que a contestação era bastante intensa, Rui Vitória disse que “o mais fácil era apanhar um avião para outro lado.” E foi isso mesmo que acabou por acontecer. Poucos dias depois de ter saído do Benfica, Vitória é apresentado como novo treinador do Al-Nassr, clube da Arábia Saudita. O antigo treinador das águias assina contrato de ano e meio a troco de 7 milhões de euros livres de impostos. O que faz com que volte a existir um duelo entre os treinadores portugueses.

Duelo milionário nas arábias

Depois das disputas em Portugal, Rui Vitória e Jorge Jesus voltam a enfrentar-se na Arábia Saudita. Mas as coincidências não se ficam por aqui. Os treinadores portugueses voltam a defender as cores dos dois maiores clubes de uma cidade, neste caso Riade. Voltam a lutar pelo título, sendo que Jesus leva vantagem pois o Al-Hilal está em primeiro no campeonato saudita. Os técnicos devem também ficar a viver perto um do outro, tal como acontecia em Portugal.

Uma das diferenças é que vão defrontar-se num campeonato muito menos mediático do que o português, sendo que só o tempo dirá se o bate boca está de volta ou se desta vez será algo mais pacífico. Também só o avançar do campeonato irá revelar se Jorge Jesus consegue superar Rui Vitória pela primeira vez. A outra é que ambos vão ficar muito mais ricos. Jorge Jesus tem um ordenado de sete milhões de euros limpos por época e tem vindo a recusar as propostas de renovação. Rui Vitória ganha um pouco menos, levando esse valor por ano e meio de contrato.

Jorge Jesus substitui Rui Vitória no Benfica?

No futuro, Jorge Jesus poderá ser o homem que irá ocupar o lugar de Rui Vitória no Benfica. Bruno Lage, o novo treinador interino das águias, está certo até ao final da época e existem rumores que apontam para o regresso de JJ à Luz na próxima época. O mais forte acrescenta mesmo que Luisão e Pablo Aimar, jogadores treinados por Jesus no Benfica, vão ser os adjuntos da segunda etapa de JJ nos encarnados.

Fotos: Reprodução Instagram
Artigo de
Bruno Seruca

11-01-2019



RELACIONADOS