Crazy Horse, o cabaret de que eles mais gostam

Crazy Horse, o cabaret de que eles mais gostam

Culto

Crazy Horse, o cabaret de que eles mais gostam

Inaugurado em 1951, o Crazy Horse ainda hoje é visto como o espetáculo onde se destaca o ideal de beleza feminina. Se nunca esteve neste cabaret, veja o vídeo e descubra o que anda a perder.

Artigo de Bruno Seruca

15-04-2019

Dizer que o espetáculo do Crazy Horse é protagonizado por mulheres seminuas é bastante redutor. E a história do mais famoso cabaret de Paris é fala por si. É preciso recuar até 19 de maio de 1951 para relembrar a inauguração do espetáculo. Que resultou da descoberta do striptease norte-americano e cujo nome é uma homenagem a um guerreiro índio.

Crazy Horse foi inaugurado em 1951

A primeira atuação foi um sucesso. Que se mantém desde então. Os famosos que por lá já passaram não cabiam num texto. Da lista de estilistas que se quiseram associar ao Crazy Horse fazem parte nomes como Paco Rabanne e Karl Lagarfeld. É certo que a sensualidade e erotismo são duas das imagens de marca de Crazy Horse. Mas este espetáculo é visto como aquele que dá grande destaque ao ideal de beleza feminina.

Se já esteve em Paris mas não foi ao cabaret mais famoso da cidade. Se não assistiu a nenhuma das atuações que são feitas em diferentes países, como é o caso de Portugal, veja o vídeo e descubra aquilo que anda a perder. Não fique surpreendido se achar que as dançarinas são todas

Artigo de
Bruno Seruca

15-04-2019



RELACIONADOS