ID.3, o símbolo da revolução elétrica da Volkswagen

ID.3, o símbolo da revolução elétrica da Volkswagen

Consumo

ID.3, o símbolo da revolução elétrica da Volkswagen

A Volkswagen espera entregar as primeiras unidades do ID.3 durante o primeiro trimestre de 2020.

Artigo de João Isaac

13-05-2019

Está já disponível para reserva o primeiro elétrico da família ID. da Volkswagen. Das 30 mil unidades disponíveis nesta primeira fase, 10 mil foram reservadas em apenas 24 horas. Para Portugal, estavam destinados 50 exemplares desta edição designada por “1ST”, mas foram já todos reservados. Para efetuar a reserva, a Volkswagen exige um depósito inicial de 1000 euros.

“Com o ID.3, entramos no terceiro capítulo de maior importância estratégica na história da nossa marca, depois do Beetle e do Golf”, refere Jurgen Stackmann, responsável de marketing e de vendas da Volkswagen.

Leia ainda: 911 Speedster, o tributo a clássico da Porsche já chegou a Portugal

Todos os Volkswagen ID.3 1ST estão equipados com uma bateria de capacidade intermédia de 58 kWh. A sua autonomia, segundo o ciclo WLTP, é de 420 quilómetros. Porém, o ID.3 vai contar com outras duas versões. Uma de acesso à gama, com bateria de 45 kWh e outra com capacidade superior graças à bateria de 77 kWh. As autonomias declaradas são, respetivamente, 330 e 550 km (WLTP).

Apostando na mesma estratégia de outras marcas generalistas, a Volkswagen anunciou que as baterias dos seus elétricos vão contar com uma garantia de 8 anos ou 160 mil quilómetros para 70% da sua capacidade. Assim, a marca garante que ao fim desse tempo ou dessa distância percorrida a autonomia seja, no mínimo, 70% da original.

Prejuízo antes do lucro e entregas no início de 2020

O investimento astronómico que a Volkswagen fez na eletrificação dos seus automóveis não deixa dúvidas sobre as suas intenções. Já em 2020 espera produzir cerca de 100 mil elétricos. No entanto, segundo a imprensa alemã, a Volkswagen deverá perder cerca de 3000 euros por cada unidade até 2025.

No mercado alemão, a versão “1ST” deverá ficar abaixo dos 40 mil euros, mesmo sem contar com incentivos fiscais. Os preços estão ainda por confirmar, mas espera-se que o ID.3 mais barato custe cerca de 30 mil euros. A Volkswagen promete entregar as primeiras unidades durante o primeiro trimestre de 2020.

A aposta da Volkswagen na eletrificação da sua gama está bem patente na criação da marca ID.. O ID.3 é apenas o primeiro de uma família de automóveis que partilham a plataforma MEB destinada a veículos com propulsão elétrica. O ID. Crozz, ID. Buzz e o ID. Vizzion são os próximos Volkswagen 100% elétricos a serem lançados, respondendo, assim, à eletrificação dos vários segmentos essenciais para a marca.

Percorra a galeria e veja as fotos dos vários modelos ID. da Volkswagen.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
João Isaac

13-05-2019



RELACIONADOS