Sado 550, o Smart português de que poucos se lembram

Sado 550, o Smart português de que poucos se lembram

Automundo.pt

Sado 550, o Smart português de que poucos se lembram

No primeiro ano foram apenas produzidas cerca de 50 unidades que foram rapidamente vendidas. No total, a produção ficou-se por cerca de 500 carros.

Artigo de Equipa Paraeles

18-08-2019

Desenvolvido sob o nome de código “Ximba” pelo Grupo Entreposto, o Sado 550 é o primeiro microcarro português produzido em série. O projeto começou a ser pensado em 1977, mas só cinco anos depois, em 1982, as primeiras unidades viram a luz do dia. A ideia era simples, construir um carro seguro, fiável e de manutenção barata que as pessoas pudessem realmente comprar.

Leia ainda: Este é o Volkswagen Polo para quem os 200 cavalos do GTI não chegam

Assim, o Sado 550 utiliza um pequeno motor com dois cilindros de origem Daihatsu. O motor a quatro tempos desenvolve apenas 28 cavalos. No entanto, graças às dimensões reduzidas e à sua construção leve, com a carroçaria feita em fibra de vidro, o Sado 550 adapta-se facilmente aos ritmos do trânsito urbano.

Há quase 40 anos, consumos “atuais” no Sado 550

E com apenas 2,3 metros de comprimento e 1,3 metros de largura, o simpático carrinho português estaciona-se em qualquer buraco. Até em posição transversal, entre dois carros. As pequenas rodas utilizam jantes de apenas oito polegadas.

No primeiro ano foram apenas produzidas cerca de 50 unidades que foram rapidamente vendidas. No total, a produção ficou-se por cerca de 500 carros. Pelo Sado 550, eram pedidos cerca de 260 contos, o equivalente a aproximadamente 1300 euros.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Esse dinheiro comprava-lhe um automóvel económico, com médias em redor dos 5 litros/100 km, bem como a possibilidade de transportar um passageiro e uma mala. Segundo um ensaio realizado na época, o Sado 550 atinge os 110 km/h. Mais uma vez, pelos padrões atuais, mais do que suficiente.

Caso esteja tentado, fique a saber que está um Sado 550 – a precisar de restauro – à venda em Portugal por cerca de 5 mil euros. Está, igualmente, à venda um outro exemplar, em ótimas condições. Espera-se que seja vendido por um valor entre 5 e 10 mil euros. Faz parte da coleção Sáragga, conjunto de automóveis que vai ser leiloado pela RM Sotheby’s nos dias 20 e 21 de setembro. Veja aqui mais fotos do Sado 550.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

18-08-2019



RELACIONADOS