Uma simples palavra pode oferecer um poderoso orgasmo

Uma simples palavra pode oferecer um poderoso orgasmo

Amor e Sexo

Uma simples palavra pode oferecer um poderoso orgasmo

Parece impossível, mas a ciência assim o afirma: uma simples palavra pode aumentar o prazer e a probabilidade de atingir o orgasmo durante o ato sexual.

Artigo de Equipa Paraeles

06-03-2020

Diz-se muitas vezes que uma imagem vale mais do que mil palavras. Verdade ou não, o certo é que o poder da palavra é enorme e não deve ser de forma alguma ignorado. De tal modo que, imagine-se, dizer uma pode aumentar o prazer e a probabilidade de atingir o orgasmo durante o ato sexual. Essa é a conclusão recente de um estudo da Universidade Chapman, na California, nos Estados Unidos.

Veja também: Jogue roleta online e arrisque-se a ganhar dinheiro

A palavra em questão é “amo-te”. Os especialistas explicam que ao dizê-la pode ajudar a tornar a relação sexual mais intensa e apaixonada, ajudando também a aumentar os níveis de intimidade entre os parceiros. Para chegar a esta conclusão, analisaram a vida sexual de 39 mil adultos heterossexuais casados e descobriu que 75% dos homens satisfeitos e 74% das mulheres satisfeitas dizem a palavra mágica durante o sexo.

Aproveite este bónus de 50 euros para ganhar dinheiro a jogar casino ou a apostar. Registe-se aqui

5 erros que nos deixam mais longe do orgasmo

 Por falar em orgasmo. Chegar ao clímax orgasmo nem sempre é fácil, ainda para mais, naturalmente, para as mulheres. No entanto, não é nenhum bicho de sete cabeças e não precisa de um qualquer alinhamento de astros para o conseguir. O importante é não cometer alguns erros básicos que nos condenam logo à partida. A publicação Well and Good apontou cinco desses erros básicos.

Concentração. “Se estiver demasiado preocupado com a forma como se está a parecer ou a pensar demasiado sobre o que o seu parceiro poderá estar a pensar, é provável que não chegue ao orgasmo”, explica, à publicação, a sexóloga Jess O’Reilly.

Pornografia. Um erro básico passa por copiar o que vê na pornografia. “A pornografia envolve, na maioria das vezes, muitas acrobacias, gritos, costas dobradas e ancas levantadas”, explica Jess O’Reilly. Esses gestos, no entanto, não nos deixam mais próximos do orgasmo.

Veja também: As vantagens de apostar na melhor aplicação do mercado

Foco apenas no parceira. “Se estiver demasiado concentrado no que a sua parceira está a pensar, sentir, ver, saber ou cheirar, não consegue procurar pelo seu próprio prazer. Se se permitir em ser um pouco egoísta, vai ter muitos menos problemas na hora de chegar ao orgasmo”, explica Jess O’Reilly.

Falta de comunicação. Shannon Chavez, terapeuta sexual, explica à mesma publicação que a comunicação é fundamental para atingir o clímax. É importante partilhar aquilo que mais gostamos e como gostamos. Dessa forma, ajudamos os outros a satisfazer-nos.

Tempo contado. As ditas rapidinhas não são uma boa forma de chegar ao orgasmo. Ter o tempo contado, ficando mais preocupado com o relógio do que com o ato em si, em meio caminho andado para que não consiga lá chegar. Nestas situações, deve optar por algo mais intenso.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

06-03-2020



RELACIONADOS