5 comportamentos que podem provocar alergia ao sexo

5 comportamentos que podem provocar alergia ao sexo

Amor e Sexo

5 comportamentos que podem provocar alergia ao sexo

Teve uma reação alérgica e não sabe o motivo? A resposta pode estar no ato sexual e, se não controlado, pode mesmo provocar uma alergia ao sexo.

Artigo de Equipa Paraeles

31-08-2020

Alergia ao sexo, será possível? Parece estranho, é um facto, mas acontece e com mais frequência do que aquilo que poderia imaginar. O pior é que estas alergias são provocadas por comportamentos sexuais tão comuns e banais que acabamos por não associar uma coisa à outra. A boa notícia é que esta alergia ao sexo pode desaparecer de uma vez se evitar determinados tipos de comportamentos. O importante, claro, é conhecê-los.

Leia ainda: 8 dicas para evitar traições e o sexo não é uma delas

O exemplo mais evidente é a alergia ao látex, produto utilizado com frequência nos preservativos. Pode provocar comichão, sensação de ardor e em casos mais extremos pode mesmo levar a erupções cutâneas. Além disso, é uma alergia bastante comum. Felizmente, já existem várias marcas que têm entre as suas ofertas preservativos sem látex, nomeadamente preservativos veganos. Mas há mais.

Veja o vídeo:

Comportamentos que provocam alergia ao sexo:

Traumas. É certo que não se trata de uma alergia propriamente dita, mas pode sim causar repulsa ao ato sexual. É, muito provavelmente, o comportamento mais difícil de contornar. E esta “alergia”, ao contrário do que se pensa, não é um exclusivo das mulheres. A melhor forma de a ultrapassar é encontrar uma companheira que seja paciente consigo e que o ajude, com calma, a deixar este problema guardado na gaveta.

Lubrificantes. Tal como os preservativos, também os lubrificantes têm vários componentes que podem provocar reações alérgicas. O mais comum é a glicerina. A melhor forma de ultrapassar este problema é ficar atento aos rótulos destes tipos de produtos.

Orgasmo. Sim, existe também uma alergia ao orgasmo. A síndrome da doença pós-orgásmica é o nome que os médicos atribuem a esta patologia rara que surge por norma em homens mais velhos. Também apelidada síndrome de doença pós-ejaculatória, deixa os homens mais fracos, vulneráveis, febris, cansados e até irritáveis, sintomas semelhantes à gripe. Deve procurar um especialista.

Veja o vídeo:

Contracetivos. Este é um exclusivo das mulheres. Algumas reagem aos contracetivos que tomam, principalmente quando existe uma troca de método/produto. Provocam efeitos secundários como dores de cabeça, náuseas, vómitos, problemas de estômago, diarreia, erupções cutâneas e, nalguns casos, a descida da tensão arterial. Caso persistam, deve procurar um especialista para trocar o método contracetivo por um outro.

Veja também: Saiba quantas calorias perde ao fazer amor em pé

Preliminares. Por vezes, a alergia pode chegar ainda antes do sexo, ou se preferir, antes da penetração. Pode ser resultado de uma refeição que tomou antes do ato ou, por exemplo, de uma massagem durante os preliminares em que foram utilizados produtos que provocaram uma possível reação alérgica.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

31-08-2020



RELACIONADOS