Valência, a cidade em que história e modernidade se fundem em sintonia

Valência, a cidade em que história e modernidade se fundem em sintonia

Lifestyle

Valência, a cidade em que história e modernidade se fundem em sintonia

Mistura construções antigas com outras bastante modernas, num contraste que é uma das suas grandes mais-valias.

Artigo de André Cruz Martins

12-09-2019

Localizada na costa do Mar Mediterrâneo, no leste de Espanha, Valência é uma das mais interessantes cidades espanholas. E uma das mais antigas, havendo referências a este local desde o século II a.C. Mistura construções antigas com outras bastante modernas, num contraste que é uma das suas grandes mais-valias. Tem também boa oferta cultural e fantásticas tradições populares, cujo maior exemplo é o Festival Las Fallas. E o facto de se situar perto do mar dá-lhe ainda mais encanto. Em dois dias é possível conhecer as principais atrações turísticas da cidade. E se conseguir passar pela cidade entre 15 e 19 de março, irá tomar contacto com um evento anual que proporciona cinco dias de folia.

Catedral de Valência e as Artes e Ciências

A Catedral de Valência é uma das maiores obras arquitetónicas da cidade. Chamada “La Seu” pelos habitantes locais, foi construída no século XIII sobre a mesquita da época islâmica, que por sua vez havia sido feita em cima da antiga catedral visigótica. O seu estilo é essencialmente gótico, mas também românico, renascentista, barroco e neoclássico.

A Cidade das Artes e Ciências faz parte de qualquer roteiro que queira explorar os principais pontos de interesse de Valência. Construída em 1998, teve como principal responsável o arquiteto valenciano Santiago Calatrava e apresenta uma arquitetura futurista.

Leia ainda: São Francisco, a cidade mais europeia dos EUA

Lá dentro, encontra-se o Palau de Les Arts Reina Sofía. As suas quatro salas recebem vários espetáculos, mas especialmente óperas. Outro edifício majestoso é o Hemisfèric, que de noite fica iluminado, proporcionando uma imagem magnífica. Trata-se da representação de um grande olho humano que, segundo a concepção do projeto, é o olho da sabedoria que observa o mundo. Lá dentro, encontram-se salas de cinema super confortáveis.

O Mercado Central e o Festival Las Fallas

Outro local a não perder é o Mercado Central, que se encontra na Ciutat Vella. Trata-se de um edifício construído no século XX, em estilo modernista e lá dentro existem quase mil barraquinhas. Aqui vende-se fruta, legumes, peixe fresco, carne de porco ibérico, presunto, queijo, pão, azeite, vinho e outros produtos. De referir que a Ciutat Vella é a zona mais animada da cidade, com as suas lojas, cafés, bares e restaurantes.

Se conseguir, tente passar por Valência entre os dias 15 e 19 de março, altura em que todos os anos decorre o tradicional Festival Las Fallas. Esta animada festa típica destaca-se pelas grandes figuras satíricas, feitas em bonecos gigantes. São as chamadas fallas, que à meia-noite de 18 para 19 de março são queimadas nas ruas e praças da cidade.

Veja também: Nova Iorque alternativa: 10 tesouros escondidos na cidade que nunca dorme

A população sai às ruas, onde centenas de barracas espalhadas um pouco por toda a cidade vendem comida e bebida. Desde 2016 a UNESCO integrou estas festividades na lista representatitiva do Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Valência.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
André Cruz Martins

12-09-2019



RELACIONADOS