Rio de Onor, a aldeia comunitária que é partilhada por Portugal e Espanha

Rio de Onor, a aldeia comunitária que é partilhada por Portugal e Espanha

Lifestyle

Rio de Onor, a aldeia comunitária que é partilhada por Portugal e Espanha

Rio de Onor é considerada uma das 7 Aldeias Maravilhas de Portugal, tendo sido distinguida em 2017 na categoria “Aldeias em Áreas Protegidas”. Encontra-se no Parque Natural de Montesinho, no distrito de Bragança e deve o nome ao rio que a atravessa.

Artigo de André Cruz Martins

16-02-2020

Rio de Onor é considerada uma das 7 Aldeias Maravilhas de Portugal, tendo sido distinguida em 2017 na categoria “Aldeias em Áreas Protegidas”. Encontra-se no Parque Natural de Montesinho, no distrito de Bragança e deve o nome ao rio que a atravessa.

Partilha com a aldeia alentejana de Marco uma característica única. É atravessada a meio pela fronteira internacional entre Portugal e Espanha, com ambas as partes conhecidas pelos seus habitantes como “povo de acima” e “povo de abaixo”.  É também, juntamente com as Terras de Miranda, Guadramil e Quintanilha, um dos territórios de língua leonesa em Portugal.

Leia ainda: Cantanhede, uma cidade com história, cultura e gastronomia afamada

A parte espanhola do território tem 10 habitantes, sendo designada oficialmente como Rihonor de Castilla. Já na parte portuguesa, de acordo com os últimos registos, habitam 53 pessoas. Este povoado distingue-se ainda por ter um dialeto próprio e quase extinto, chamado rionorês.

Uma aldeia comunitária e as casas que dão diretamente para o rio

Rio de Onor tem resistido no tempo como aldeia comunitária, o que se observa na partilha dos fornos pelos seus habitantes, bem como de terrenos agrícolas. É ainda partilhado um pasto comunitário, onde se alimenta um rebanho único de cerca de 300 ovelhas e 100 cabras. O encanto dos visitantes por esta aldeia começa ao observarem as casas tradicionais. Construídas em xisto, encontram-se muito bem preservadas e algumas dão diretamente para o rio.

Veja também: O roteiro perfeito para ficar a conhecer Alte, a aldeia mais típica do Algarve

Em Rio de Onor é incontornável uma visita à Casa do Touro. É um museu inaugurado no final de 2018, dedicado à história e cultura de Rio de Onor. A sua designação deve-se ao facto de se encontrar no local que albergava o touro da aldeia. Dividida em dois pisos, aborda temáticas como o comunitarismo, a regência do Conselho, o touro do povo e as festas dos rapazes. Não deixe ainda de visitar a Igreja Matriz e a Ponte Romana.

Restaurante fabuloso com doses colossais

Quando a fome apertar, saiba que entre Bragança e Rio de Onor fica um restaurante fabuloso. Chama-se A Lombada, sendo especializado em cozinha tradicional transmontana. As suas especialidades são as Posta à Lombada e a Costeleta de Vitela, ambas cozinhadas na brasa. Por encomenda, também pode optar pelo Galo no Pote. As doses são colossais e o sabor delicioso.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Rio de Onor.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
André Cruz Martins

16-02-2020



RELACIONADOS