Aventure-se pelos 10 locais mais altos de Portugal

Aventure-se pelos 10 locais mais altos de Portugal

Lifestyle

Aventure-se pelos 10 locais mais altos de Portugal

Portugal não é um país de grandes altitudes, mas existem alguns locais onde é possível subir bem acima do nível do mar. E vale bem a pena subir a estes lugares, situados no topo de serras e montanhas, pois proporcionam vistas absolutamente fabulosas.

Artigo de André Cruz Martins

05-08-2019

Portugal não é um país de grandes altitudes, mas existem alguns locais onde é possível subir bem acima do nível do mar. E vale bem a pena subir a estes lugares, situados no topo de serras e montanhas, pois proporcionam vistas absolutamente fabulosas. Todos são alcançáveis, embora por vezes o acesso não seja fácil. Não só devido à dificuldade do terreno, mas também por condições atmosféricas adversas, como vento e chuva. Aventure-se pelos 10 locais mais altos de Portugal, dos quais seis ficam em no continente, um nos Açores e três na Madeira.

Dos 10 pontos, seis ficam em Portugal Continental, um nos Açores e três na Madeira

10.Pico da Pedrada, Serra do Soajo (1416 metros)
O Pico da Pedrada é o ponto mais elevado da Serra do Soajo, no Parque Nacional da Peneda-Gerês. O trilho para o alcançar é de dificuldade média. Nesta zona, não deixe de visitar o Soajo, uma das mais típicas aldeias portuguesas, situada numa das vertentes da Serra da Peneda. Dê ainda uma saltada aos lugares de Eiró e Mezio (aqui, pode percorrer o Trilho Interpretativo do Mezio) e a albufeira do Lindoso.

9. Pico Cebola, Serra do Açor (1418 metros)
O Pico da Cebola, na Serra do Açor, abrange áreas de seis concelhos: Arganil, Pampilhosa da Serra, Covilhã, Seia, Oliveira do Hospital e Góis. Do seu cume observam-se vistas magnificas. E o olhar alcança a Torre da Serra da Estrela, as minas da Panasqueira, os Penedos de Fajão e o Monte Colcurinho, entre outros. Não deixe de visitar as aldeias históricas de Piódão e São Gião.

8. Serra de Montesinho, Bragança (1486 metros)
A Serra de Montesinho fica no Parque de Montesinho, nos concelhos de Vinhais e Bragança e constitui um refúgio para muitas espécies de fauna e flora. No local existem pitorescas aldeias para visitar, como Montesinho, Rio de Onor e Gimonde. Destaca-se ainda a barragem da Serra Serrada, ligeiramente abaixo do topo da serra, que abastece de água toda a cidade de Bragança.

A Serra de Montesinho fica no Parque de Montesinho e constitui um refúgio para muitas espécies de fauna e flora

7.Serra do Larouco, Montalegre (1535 metros)
A Serra do Larouco fica em Montalegre, distrito de Vila Real. A serra apresenta uma série de altitudes que formam a moldura setentrional da alta planície do Cávado. Do seu cume podem observar-se os vales do Lima, Tâmega, Cávado e Rabagão, e também várias aldeias e a Vila de Montalegre. Além das paisagens poderá ainda observar cavalos, garranos e praticar desportos de montanha, como asa delta, parapente, escalada e caminhadas.

Leia ainda: 7 piscinas naturais em Portugal para desfrutar neste verão

6. Pico da Nevosa, Gerês (1548 metros)
Localizado no Parque Nacional da Peneda-Gerês, o Pico da Nevosa é o segundo ponto mais alto de Portugal Continental. Proporcionando vistas para muitas regiões no Minho, mas também Trás-os-Montes e na Galiza. A Nevosa fica numa zona de acesso difícil no maciço central da serra do Gerês, pelo que todas as rotas para lá chegar são longas.

5. Pico do Areeiro, Madeira (1818 metros)
Este Pico é fácil de ser atingido e pode chegar até lá de carro. Do topo é possível avistar locais como o Curral das Freiras, a Ponta de São Lourenço e se houver boa visibilidade, a ilha do Porto Santo. No Pico existe um miradouro, um café, uma pousada e uma loja de produtos locais. Em raros dias bastante frios, o local fica coberto por um manto de neve.

Do topo do Pico do Areeiro é possível avistar locais como o Curral das Freiras, a Ponta de São Lourenço e se houver boa visibilidade, a ilha do Porto Santo

4. Pico das Torres, Madeira (1851 metros)
O Pico das Torres, entre o Pico Ruivo e o Pico do Arieiro, atinge uma altitude de 1851 metros. É um local óptimo para a prática de escalada, sendo apenas acessível pelo trilho que liga o Arieiro ao Ruivo. As vistas de lá de cima são deslumbrantes.

3.Pico Ruivo, Madeira (1862 metros)
A Vereda do Pico Ruivo é um percurso de 2,8 quilómetros. Tem a duração aproximada de uma hora e meia e permite aceder ao cume mais alto da Madeira, o Pico Ruivo. O trilho sobe ao longo do “lombo”, que separa as encostas do Faial das de Santana. Ao longo da subida encontra vários abrigos, pois aqui a variação climática é brusca, sendo frequente ficar no meio de nuvens ou acima delas. Lá do alto, em dias de boa visibilidade para este pode-se avistar a formação rochosa da Penha D´Águia, a Serra das Funduras e a Ponta de São Lourenço.

A Vereda do Pico Ruivo é um percurso de 2,8 quilómetros, com duração aproximada de uma hora e meia

2.Serra da Estrela (1993 metros)
Com uma altitude máxima de 1993 metros na Torre, a Serra da Estrela é uma zona de grande beleza paisagística. Para além de subir ao seu cume,podemos seguir o curso de grandes rios portugueses desde as suas nascentes: o Mondego no Mondeguinho, o Zêzere no Covão de Ametade e o Alva no Vale do Rossim. Ou apreciar os vales glaciares de Loriga, Manteigas. Se estiver muito calor, nada melhor do que seguir a Rota das 25 Lagoa, em espaços refrescantes.

1.Montanha do Pico, Açores (2351 metros)
A subida ao ponto mais alto de Portugal é sem dúvida uma das experiências mais enriquecedoras pelas quais podemos passar em Portugal. Estamos a falar do cume do vulcão do Pico, na ilha com o mesmo nome, nos Açores. E que se encontra 2351 metros acima do nível médio do mar. Lá do alto tem-se uma panorâmica de sonho sobre o Pico, todas as ilhas do Grupo Central e o oceano Atlântico. E o ideal é conjugar o momento em que nos encontramos no cume com o nascer ou pôr do sol.

Percorra a galeria e veja imagens dos 10 locais mais altos de Portugal.

Fotos: DR

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
André Cruz Martins

05-08-2019



RELACIONADOS