Janeiro de Cima, uma encantadora aldeia de xisto nas margens do Zêzere

Janeiro de Cima, uma encantadora aldeia de xisto nas margens do Zêzere

Lifestyle

Janeiro de Cima, uma encantadora aldeia de xisto nas margens do Zêzere

A arquitetura em xisto apresenta a particularidade de incluir seixos brancos, provenientes do leito do rio Zêzere.

Artigo de Equipa Paraeles

01-11-2021

Janeiro de Cima, localizada na margem esquerda do Zêzere, perto do Fundão, é uma bela aldeia de xisto que vale a pena conhecer. Com ruas sinuosas, as suas pequenas casas fazem-nos viajar no tempo. A arquitetura em xisto apresenta a particularidade de incluir seixos brancos, provenientes do leito do rio Zêzere. As primeiras casas da aldeia cresceram em redor da Igreja Velha e é dali que saem um conjunto de ruas estreitas, que vão desembocar em becos e ruelas, numa estrutura medieval de grande valor patrimonial. Um cenário lindíssimo para explorar com tranquilidade e sossego.

Janeiro de Cima, uma encantadora aldeia de xisto nas margens do Zêzere

O local mais emblemático da povoação é a Igreja Velha, construída no século XVIII. Fica no centro da aldeia e apresenta três altares em talha e um arco cruzeiro de volta perfeita. No século XX, foi construída a Igreja Nova, de maiores dimensões, para receber as pessoas que desejavam assistir à missa. Enquanto passeia pela aldeia vai cruzar-se com a Casa das Tecedeiras, um espaço onde se reinventa a tradição do linho, apostando em peças de design moderno. O local funciona como loja e como centro interpretativo, com os visitantes a terem uma noção do ciclo do linho e, inclusivamente, a poderem experimentar o tear antigo. Saiba mais aqui.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

01-11-2021



RELACIONADOS