Grão-de-bico, o superalimento amigo dos portugueses e do organismo

Grão-de-bico, o superalimento amigo dos portugueses e do organismo

Lifestyle

Grão-de-bico, o superalimento amigo dos portugueses e do organismo

O grão-de-bico trata por tu os pratos do portugueses e é também um alimento que traz grandes benefícios para o organismo.

Artigo de Equipa Paraeles

31-07-2019

O grão-de-bico tem uma presença assídua no prato dos portugueses. O apogeu desta pequena leguminosa chega na consoada, quando brilha ao lado do tradicional bacalhau, mas é durante todo o ano peça importante na nossa dieta. Sem saber (na maioria dos casos) este nosso pequeno hábito traz inúmeros benefícios para o nosso organismo.

Podemos incluir esta leguminosa numa lista restrita de superalimentos, cujos benefícios para o nosso organismo são vários e dos mais variados. Para isto muito contribui o facto de ser rico em nutrientes como magnésio, ferro, cálcio, proteínas e vitaminas do complexo B.

Leia ainda: Curgete, a melhor amiga das dietas

Todos eles com funções importantes no corpo. Estes pequenos detalhes fazem do grão-de-bico um alimento obrigatório em qualquer dieta. O facto de o podermos incluir nas mais diferentes refeições – cozidos, saladas, sopas, entre outras – é também uma grande vantagem.

Importa salientar também que cerca de 100 gramas de grão-de-bico cozido possuem 116 calorias, proteínas, carboidratos, fibras e vitaminas C, E, D, K, cálcio e fósforo. A isto ainda podemos juntar as gorduras saudáveis.

Feita esta descrição pormenorizada dos componentes do grão-de-bico, fica a faltar enumerar os benefícios para o organismo (e são muitos). A publicação Medical Daily fez uma lista com dez benefícios de consumir esta pequena leguminosa regularmente, alguns deles curiosos e até surpreendentes.

Evita fraturas e contusões. É rico em cálcio, fósforo e a vitamina K, importantes no fortalecimento dos ossos. Com uma estrutura óssea mais forte, fica mais fácil evitar fraturas, contusões e ainda doenças deste foro, como osteoporose.

Melhor funcionamento do intestino. A casca do grão é rica em celulose, que ajuda a estimular o funcionamento dos intestinos.

Eliminar colesterol e açúcar. Cada 100 gramas de grão-de-bico contêm seis gramas de fibras e, a maioria, solúvel. Estas ajudam o organismo a eliminar o colesterol  e açúcar.

Previne cancro. O grão-de-bico é rico em vitamina C, vitamina E, ácido fólico e antioxidantes, que ajudam a prevenir o aparecimento de tumores.

Perda de peso. Por conta das quantidades de proteínas e fibras, o grão-de-bico ajuda-o a aumentar a saciedade, obrigando-o, naturalmente, a comer menos.

Veja o vídeo:

O grão-de-bico pode deixá-lo mais feliz

Ganhar músculo. Se vai ao ginásio com frequência e tem como objetivo ganhar massa muscular, saiba que o grão-de-bico pode ser um grande amigo, pelo facto de ser rico em proteínas, ferro e amido.

Mais feliz. Nem a serotonina se escapa ao grão-de-bico. Esta substância é responsável pela ativação dos centros cerebrais que nos dão a sensação de bem-estar, confiança e satisfação. Acontece que este superalimento é rico em triptofano, um aminoácido utilizado para produzir a dita serotonina.

Controlo da diabetes. Por ser rica em fibras, esta leguminosa torna a digestão mais lenta, o que contribui para controlar os níveis de glicemia.

Veja também: 4 excelentes motivos para juntar o amendoim à sua dieta

Previne doenças cardiovasculares. Além de ajudar no tratamento de vários tipos de anemia, vários estudos já apontaram o grão-de-bico como importante na prevenção de doenças cardiovasculares, como hipertensão arterial e colesterol alto.

Importante na gravidez. O ácido fólico presente neste superalimento atua para impedir a má formação do tubo neural do feto. Por outro lado, durante a menstruação, a mulher perde uma quantidade importante de ferro e o grão-de-bico ajuda a repôr os níveis deste nutriente no organismo.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

31-07-2019



RELACIONADOS