6 comportamentos que originam dores de cabeça

6 comportamentos que originam dores de cabeça

Lifestyle

6 comportamentos que originam dores de cabeça

Tem dor de cabeça com frequência? Conheça seis possíveis causas que podem estar a prejudicar o seu bem estar.

Artigo de Guilherme André

27-12-2019

Provavelmente não há ninguém que possa dizer que nunca teve uma dor de cabeça. Esta condição física afeta todos os géneros ou idades e tem vários tipos de intensidade. As justificações mais comuns passam por fatores como depressão, ansiedade, falta de sono ou stress. Ainda assim, parece que há outros pontos que podem estar a ser esquecidos. Para tal, a BBC apresentou uma lista de seis causas que também podem estar a contribuir para as suas dores de cabeça. Conheça os fatores:

Sexo também dá dores de cabeça

Segundo a International Headache Society (IHS), organização de apoio a pessoas com dores de cabeça crónicas, o sexo também pode ser a causa das dores de cabeça. De acordo com o estudo, esta manifestação surge como uma “dor bilateral que aumenta com a excitação e que, de repente, se intensifica no orgasmo, mesmo sem qualquer distúrbio intracraniano”.

Leia ainda: Coma chocolate todos os dias, mas apenas a esta hora

Esta dor pode surgir antes do orgasmo e a duração varia entre poucos minutos até 72 horas. As dores de cabeça de cariz sexual estão relacionadas com uma pressão acumulada no músculos da cabeça e pescoço. Se sofre deste problema, fique a saber que tomar um analgésico antes do ato sexual pode atenuar as dores. No entanto, caso o problema se repita várias vezes, deverá procurar ajuda médica.

Dê mais atenção à postura

Se está a ler este artigo sentado, comece já a praticar e endireite as costas. A má postura causa “tensão na parte superior das costas, pescoço e ombros, o que pode gerar dor de cabeça”, afirma a NHS. Assim, sentirá uma dor na base do crânio que pode chegar até à testa. O ideal é sentar-se em linha reta com especial ênfase para a região lombar. Esta deve estar bem sustentada. Para além disso, evite longos períodos na mesma posição. Caso não consiga resolver a situação sozinho, deverá procurar um especialista.

Produtos de limpeza doméstica

Limpar a casa é uma obrigação à qual ninguém pode fugir. No entanto, tem de começar a ter em atenção o tipo de produtos que utiliza nesta prática. De acordo com o Sistema Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS), os “ produtos de limpeza doméstica, bem como perfumes e purificadores de ar, têm químicos que podem criar dores de cabeça”. Assim, da próxima vez que tiver de limpar a casa, não se esqueça de abrir a janela para aliviar os cheiros.

Tipo de luz pode causar enxaquecas

Este fator é, talvez, um dos mais conhecidos desta lista. A intensidade de brilho das luzes costuma levar a dores de cabeça. Isto acontece porque, de acordo com a NHS, as substâncias químicas a que estamos expostos levam à ativação do “centro da enxaqueca”.

Veja também: 3 erros básicos e muito comuns quando se prepara a marmita

Os especialistas recomendam a procura de ajuda médica para perceber o que necessita fazer para reduzir a sensibilidade a este tipo de ambientes. Desde o ajuste da luminosidade dos aparelhos eletrónicos (telemóvel ou computador), ou até mesmo ao tipo de lâmpadas utilizadas.

Ranger os dentes durante a noite

O ranger, apertar ou bater dos dentes durante o sono de forma involuntária também pode estar associado à dor de cabeça. De facto, o fenómeno também conhecido por bruxismo, consiste na contração dos músculos da mandíbula. De acordo com a OMS, cerca de 30 milhões de pessoas no mundo sofrem deste tipo de dor de cabeça.

Gelados ou bebidas frias

É possível que já tenha dado uma dentada grande num gelado e tenha sentido a sensação de que o cérebro ia “congelar”. Esta sensação acontece quando o alimento frio em questão chega ao palato e atrás da garganta. Segundo o Harvard Health Publishing, este toque faz com que “pequenos vasos sanguíneos nessas áreas se contraiam e depois se expandam rapidamente”. Ou seja, os “recetores de dor próximos dos vasos, sentem o desconforto e enviam mensagem para um nervo maior que envia o sinal para o cérebro”. Este tipo de dor é rara de acontecer e, felizmente, tem uma curta duração.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
Guilherme André

27-12-2019



RELACIONADOS