Descubra o lado positivo da preguiça

Descubra o lado positivo da preguiça

Lifestyle

Descubra o lado positivo da preguiça

Os participantes, que foram categorizados como motivados, apáticos e meio-termo, responderam a um questionário que avaliava como eles reagiam a uma tarefa que exigia esforço físico, mas que no final tinha sempre recompensas.

Artigo de Equipa Paraeles

18-06-2021

Já está cansado que lhe apontem a preguiça como um dos seus principais defeitos? Esses dias podem ter os dias contados. Isto porque tem agora um excelente motivo para desculpar a sua preguiça: faz bem à saúde. Se não acreditarem em si, diga que a ciência assim o diz e aproveite para mostrar este artigo para o comprovar. O cientista Masud Husain, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, analisou as reações e o cérebro de pessoas preguiçosas e não preguiçosas.

Leia ainda: Excesso de trabalho poderá ter uma consequência que desagrada aos homens

Os participantes, que foram categorizados como motivados, apáticos e meio-termo, responderam a um questionário que avaliava como eles reagiam a uma tarefa que exigia esforço físico, mas que no final tinha sempre recompensas. “Variávamos a recompensa e o esforço exigido para consegui-la”, explicou o especialista em declarações à BBC. Sem grandes surpresas, os preguiçosos estavam menos propensos a esforçar-se mais, mesmo que por uma recompensa. No entanto, descobriu-se, através de tomografias, que o cérebro das pessoas apáticas tinha um nível de atividade maior durante as tomadas de decisão se comparado ao dos outros grupos.

Veja o vídeo:

Preguiça pode servir de estímulo para a criatividade e aumento da eficiência

“É como se fosse mais difícil para eles [pessoas motivadas] tomar aquela decisão. E havia um custo mais alto para seus cérebros em termos de tentar avaliar se algo era válido ou não”, explica o especialista. Resumidamente, o cérebro dos preguiçosos trabalha mais e, portanto, é mais ativo.

Veja também: 5 benefícios das castanhas que não pode ignorar

Em suma, o especialista concluiu que a preguiça pode servir de estímulo para a criatividade. E até mesmo para aumentar a eficiência. Uma opinião que até já tinha sido corroborada por Bill Gates, fundador da Microsoft, que em entrevista tinha afirmado que para um trabalho difícil prefere contratar pessoas preguiçosas. Aquele que é um dos homens mais ricos do mundo acredita que os preguiçosos resolvem problemas difíceis mais rapidamente.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

18-06-2021



RELACIONADOS