Os mil e um encantos de Chefchaouen, a cidade azul de Marrocos

Os mil e um encantos de Chefchaouen, a cidade azul de Marrocos

Lifestyle

Os mil e um encantos de Chefchaouen, a cidade azul de Marrocos

Chefchaouen é uma belíssima cidade no noroeste de Marrocos. Está situada num vale cercado por montanhas, sendo apelidada de “cidade azul” devido à cor das paredes das suas casas.

Artigo de André Cruz Martins

03-02-2020

Chefchaouen é uma belíssima cidade no noroeste de Marrocos. Está situada num vale cercado por montanhas, sendo apelidada de “cidade azul” devido à cor das paredes das suas casas. Conta-se que durante a Inquisição Espanhola, logo após a fundação da cidade no século XV, vários judeus emigraram para lá. E seguindo os seus costumes, pintaram a área em que habitavam de azul. Isto porque essa cor remete para o céu e para o divino. Outra explicação é que o azul serviria para espantar os muitos mosquitos que por ali havia.

Leia ainda: Marraquexe, a cidade dos sons e aromas exuberantes

Chefchaouen é muito mais do que a bela tonalidade das suas casas. E destaca-se pelo ambiente tranquilo. Ao contrário de outros destinos marroquinos em que os turistas são constantemente interpelados pelos locais para comprarem os seus produtos.

Passear pela Medina

Um dos melhores programas nesta de média dimensão é caminhar pela Medina, o seu centro histórico. Vai-se cruzar com muitos exemplares da mais bela tapeçaria. Também pode comprar artigos em prata, vestuário e souvenirs. Isto sem esquecer os chapéus com enfeites de lã, típicos dos agricultores locais.

E apesar de não se viver o ambiente confuso e um pouco “histérico” que encontramos por exemplo em Marraquexe, não deixe de negociar bem o preço. A praça Hamman é o lugar mais central da Medina e está muito bem servida de restaurantes e lojas de artesanato.

O Museu Kasbah e a Grande Mesquita

O Museu Kasbah é outro local icónico da cidade. Funciona no interior do antigo palácio do sultão e fundador da cidade. Aqui pode observar inúmeros artefactos históricos das várias eras da cidade. Suba a uma das suas torres e desfrute de uma bela panorâmica de Chefchaouen. Pode ainda visitar a antiga prisão e os pátios internos.

Veja também: Lesoto, o paraíso africano com paisagens fantásticas e um incrível parque nacional

Ao lado do Museu Kashab fica a Grande Mesquita. Foi construída no século XV e destaca-se pelo minarete em forma octogonal. Ali bem perto passe pela Praça Bab El-Sor. Não é tão turística, mas possui excelentes restaurantes, a preços mais convidativos.

A Mesquita Espanhola e o Tagine

A 2 quilómetros da Medina fica a famosa Mesquita Jemma Bouzafar, também conhecida como Mesquita Espanhola. Encontra-se no topo de uma colina e proporciona a melhor vista sobre Chefchaouen. Se coincidir a sua passagem com o pôr-do sol, asseguramos que irá assistir a um cenário idílico.

Não podíamos deixar de fazer uma referência gastronómica ao Tagine de Chefchaouen. É um prato que leva carne, vegetais e uma mistura de especiarias e faz parte da ementa de todos os restaurantes. A bebida mais popular é o chá de menta.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Chefchaouen.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
André Cruz Martins

03-02-2020



RELACIONADOS