À descoberta de Leipzig, a cidade alemã da música e dos estudantes universitários

À descoberta de Leipzig, a cidade alemã da música e dos estudantes universitários

Lifestyle

À descoberta de Leipzig, a cidade alemã da música e dos estudantes universitários

Leipzig é a maior cidade na região da Saxónia, na Alemanha. É um destino interessante para visitar, com muitas construções históricas muito bem preservadas.

Artigo de Equipa Paraeles

10-06-2020

Leipzig é a maior cidade na região da Saxónia, na Alemanha. É um destino interessante para visitar, com muitas construções históricas muito bem preservadas. A música tem grande importância nesta cidade da antiga RDA. A esse facto não é alheio ao facto de ali terem vivido os compositores Bach e Mendelssohn Bartholdy. Leipzig é sede da famosa Orquestra Gewandhaus e do coro de rapazes Thomanerchor.

Leia ainda: Bremen, a cidade alemã que parece saída de um conto de fadas

Estas duas instituições de renome mundial organizam espetáculos com salas sempre esgotadas.
Leipzig preserva uma estreita ligação ao conhecimento académico. Goethe criou a sua famosa obra “Fausto” nesta cidade. E foi ali que também estudaram os filósofos Leibniz e Nietzsche Hoje em dia ali vivem muitos estudantes universitários, contribuindo para o seu espírito boémio.

Pelo centro histórico

O bonito centro histórico é um bom ponto de partida para visitar Leipzig, cidade com cerca de 600 mil habitantes. Pode começar pela praça Markplatz e admirar os seus prédios históricos. Uma das grandes atrações é o Altes Rathaus, edifício da antiga Câmara Municipal. A sua construção terminou em 1557 e é um dos melhores exemplares do estilo renascentista na Alemanha. Posteriormente, foi adicionada uma torre barroca. No primeiro andar fica o Stadtgeschichtliche Museum (Museu Histórico Municipal), onde poderá observar a evolução da cidade ao longo dos séculos.

Depois, pode seguir pela Katharinenstrasse, onde também não faltam majestosos edifícios históricos. Aproveite para visitar o Museu de Artes Plásticas, um dos mais conceituados da Alemanha. De seguida, dirija-se à Hainstrasse, uma rua paralela. Aqui vale a pena visitar o Barthels Hof, uma série de edifícios do estilo Barroco conectados por pátios. Existem boas lojas e o famoso restaurante Barthels Hof, onde pode degustar o melhor da comida da Saxónia.

Duas igrejas emblemáticas

Leipzig destaca-se por duas belíssimas igrejas. Uma delas é a Thomaskirche, onde o compositor Johann Sebastian Bach foi mestre de coro até falecer. De resto, é aqui que se encontram os seus restos mortais. A outra igreja emblemática é a St. Nikolaikirche.

Veja também: Bem-vindo a Essen, a antiga cidade industrial que se transformou num pólo cultural da Alemanha

Ficou famosa pelas “Montagsdemonstrationen” (Manifestações de Segunda-feira) 1989, quando passou a ser um dos centros da revolução que viria a conduzir à reunificação alemã. A igreja foi construída em meados do século XII em estilo românico, quando Leipzig foi fundada. Foi alargada no começo do século XVI, com um estilo mais gótico.

A zona boémia e o café mais antigo da Europa

Drallewatsch é a zona da cidade onde a diversão acontece. É servida por dezenas de restaurantes, bares e discotecas. Este é o grande local de concentração dos estudantes universitários. De noite, mas também durante o dia. Num prédio renascentista de cinco andares encontra-se o Arabischen Coffe Baum, o café mais antigo da Europa. Funciona desde 1711.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Leipzig.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

10-06-2020



RELACIONADOS