4 dicas para conduzir à chuva em segurança e evitar acidentes

4 dicas para conduzir à chuva em segurança e evitar acidentes

Lifestyle

4 dicas para conduzir à chuva em segurança e evitar acidentes

Sente-se pouco seguro a conduzir à chuva? Conheça quatro truques que podem ajudar a evitar acidentes com a estrada molhada.

Artigo de Guilherme André

02-12-2019

Com a chegada da chuva surgem, por norma, mais acidentes do que o normal. Isto leva muitas vezes a trânsito nas principais artérias das grandes cidades, o que leva a uma grande perda de tempo em filas de espera. Mas porque é que existem tantos acidentes? Esta pergunta tem várias respostas corretas, mas no sentido geral deve-se à redução de até metade da aderência do pneu com o piso escorregadio. O Automundo dá-lhe quatro dicas para conduzir com maior segurança quando o piso está molhado:

Os pneus têm de estar em muito boas condições

Começamos pelos pneus por uma razão muito simples: é o único componente do veículo que se encontra em contacto direto com o piso molhado. Para a condução à chuva é de extrema importância que os pneus estejam em muito boas condições. Ainda assim, convém perceber que existem diferentes tipos de borracha. Há no mercado pneus vocacionados para piso seco, outros para piso molhado e ainda os mistos.

Leia ainda: 9 coisas que nunca deve deixar no carro

Para um pneu estar de acordo com as normas legais, os sulcos têm de ter uma profundidade superior a 1,6 milímetros. No entanto, é importante não deixar chegar a este valor porque isto é o mínimo aceitável. Quanto maior for, melhor será o escoamento de água que, por sua vez, melhora a aderência ao piso. Voltamos a relembrar, os pneus são muito importantes para a segurança de um veículo seja qual for a condição meteorológica, mas especialmente quando se está a conduzir à chuva.

É importante saber como reagir à aquaplanagem

Para quem não sabe, a aquaplanagem consiste na perda de aderência ao piso, quer seja pela passagem sobre um lençol de água ou porque a estrada está inundada. Caso isso aconteça, é importante que não entre em pânico. O melhor conselho que se pode dar é desacelerar o veículo com suavidade ao levantar o pé do acelerador de forma uniforme sem movimentos bruscos. Assim, deverá começar a sentir a direção ligeiramente mais pesada, o que significa que voltou a recuperar a aderência. No entanto, se isso não acontecer, utilize o travão mas de forma muito ligeira.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Veja o vídeo:

A distância para o carro da frente é ainda mais importante quando se conduz à chuva

A distância de segurança para o carro da frente é importante em qualquer tipo de condições da estrada. Contudo, ao conduzir à chuva deverá ser ainda maior. Isto porque ao conduzir neste tipo de condições a distância que necessita para imobilizar o veículo é bem maior. Aqui volta a entrar o ponto dos pneus que referimos em cima.

Visibilidade tem de roçar a perfeição

Este ponto está intimamente ligado com o anterior. A visibilidade tem de ser perfeita para poder antecipar possíveis dificuldades no caminho. Em caso de conduzir à chuva, é importante relembrar que os veículos, por norma, têm três velocidades de limpa para-brisas que se adaptam à intensidade com que ela cai. Este componente é, por vezes, algo esquecido pelos condutores por só ser utilizado numa época específica do ano. Mas é essencial que as borrachas do limpa para-brisas estejam nas melhores condições para que não afete a visão.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
Guilherme André

02-12-2019



RELACIONADOS