Inês Afonso: “Nunca fui adepta de ginásios. Até que experimentei e foi amor à primeira vista”

Inês Afonso: “Nunca fui adepta de ginásios. Até que experimentei e foi amor à primeira vista”

Galerias

Inês Afonso: “Nunca fui adepta de ginásios. Até que experimentei e foi amor à primeira vista”

Inês Afonso respira desporto, ou não fosse ela personal trainer. Treina seis vezes por semana, a costela alentejana às vezes prega-lhe partidas à mesa, mas nada que um bom treino não queime. Mesmo de férias, não passa sem exercício físico e, se no passado era apaixonada por equitação e natação, agora, a paixão é mesmo Yoga.

Artigo de Equipa Paraeles

21-09-2018

Toda a gente irá concordar se dissermos que Portugal tem muitos encantos espalhados de norte a sul. Boa gastronomia, praias de enorme qualidade, uma oferta cultural acima da média, entre muitas outras coisas que fazem as delícias de quem cá mora e dos milhões de turistas que todos os anos visitam o nosso país.

O que tem também muito encanto é percorrer o feed do Instagram e constatar que está repleto de mulheres portuguesas que partilham diariamente imagens fantásticas – as quais merecem toda a nossa e sua atenção. E como não queremos que perca horas e horas a tentar encontrá-las no Instagram, basta que visite o nosso site para ver o que de melhor há nesta rede social.

Inês Afonso respira desporto, ou não fosse ela personal trainer. Treina seis vezes por semana, a costela alentejana às vezes prega-lhe partidas à mesa, mas nada que um bom treino não queime. Mesmo de férias, não passa sem exercício físico e, se no passado era apaixonada por equitação e natação, agora a paixão é mesmo Yoga. Como se isto tudo não bastasse para estarmos perante uma mulher moderna e interessante, Inês contou-nos ainda que biquínis são a sua perdição e que no futebol é uma vira-casaca.

Olá, Inês. Apresenta-te aos nossos leitores?
Sou Personal Trainer a tempo inteiro e não há nada que me preencha mais que a minha profissão. Sou muito realizada a nível profissional. Por enquanto quero continuar a ter sucesso na minha área, no futuro certamente que estarei ligada ao mesmo ramo.

E como é que surgiu esse bichinho pelo fitness? 
Por incrível que pareça, sempre fui ligada a desportos individuais, sempre super ativa. Muito graças à educação parental. Nunca fui adepta de ginásios. Até que durante o Mestrado acabei por experimentar e foi ‘amor’ à primeira vista”, digamos.

Como é a tua rotina de treino?
Treino 6 vezes por semana, de segunda a sábado e descanso ao domingo. O meu tipo de treino baseia-se muito na fase em que me encontro, mais foco no aumento de massa muscular ou mais foco na secagem, no baixar de alguns pontos percentuais na massa gorda. Não vou pelo que mais gosto de fazer, mas pelo que mais preciso e o corpo agradece, temos de o saber ouvir.

“Desporto não é beleza, desporto é saúde e prevenção”

Como analisas o facto de o fitness estar na moda?
Acho super interessante e acho que é uma moda que veio para ficar. A par de alguns países europeus, a população portuguesa cada vez entende mais a necessidade de ser saudável, de ser ativo. Desporto não é beleza, desporto é saúde e prevenção, acima de tudo.

Achas que são mais os homens ou mulheres que se preocupam com a aparência física?
Hoje em dia acho que é muito equivalente. Tanto homens como mulheres se demonstram preocupados com a sua aparência. E está tudo certo nisso, desde que o façam por si mesmos e não porque a sociedade assim o impõe.

Que tipo de perguntas é que as pessoas normalmente te fazem sobre fitness?
Normalmente são muito curiosos pela fórmula que leva ao sucesso. Eu costumo dizer que a fórmula já todos a conhecemos, mas só quem está focado lá chega. Não é fácil, de todo, temos de admitir, mas é possível. E focado não é estar focado três meses, é viver em harmonia entre uma alimentação equilibrada e treinos regulares e eficazes. Muitas das pessoas treinam por treinar, sem objetivo e sem intensidade adequada à sua necessidade.

Que tipo de alimentação é que tens? Comes de tudo? Há coisas que são impensáveis comeres?
A minha alimentação é regrada e sou seguida pela nutricionista do meu ginásio. Mas sou um ser humano e obviamente tenho aquelas perdições que me invadem o pensamento por vezes. Por exemplo, adoro bolachas, queijo, presunto (tenho costela alentejana), mas eduquei-me a saber resistir, e a saber compensar-me nas alturas certas. Tudo em equilíbrio.

“Muitas pessoas treinam por treinar, sem objetivo e sem intensidade adequada à sua necessidade”

Que conselho darias a uma pessoa que estivesse a começar agora a virar-se para a prática de exercício físico com mais regularidade?
Desde já dou os parabéns por ter tomado a iniciativa do primeiro passo. Conselhos? Criar uma motivação forte, intrínseca a si mesmo, não poderá ser uma extrínseca, que essa durará pouco até desaparecer. Tem de o querer por si, e para si.

Quando viajas ou estás de férias, deixas de treinar? 
Não deixo de treinar durante as férias, simplesmente, adapto o tipo de treino ao estado que o meu corpo me pede. Reduzo cargas, treino mais outdoor, ou faço outro tipo de treinos, como o Yoga, ao qual me rendi nas férias de verão. A alimentação mantém-se muito idêntica, com algumas permissões extra claro (risos).

E por falar em viajar, esse passaporte tem muitos carimbos?
Ultimamente tenho viajado mais. Trabalho imensas horas por dia, muitas das vezes dou treinos das 7h até as 21h o que me desgasta imenso. E acabo por ir viajar de tempos em tempos para descansar a alma e o corpo.
O local que mais gostei foi o da minha última viagem, o Sri Lanka, foi incrível, toda aquela envolvência, a cultura e as praias lindíssimas.

Que viagem queres fazer nos próximos tempos e porquê?
A próxima viagem já está decidida, será às Filipinas, um dos locais que mais anseio conhecer no mundo.

“Sou do FC Porto, mas já fui do Benfica em pequena. Chamam-me vira-casacas”

Gostas de futebol? Tens clube? Costumas ir ao estádio?
Gosto de ver futebol ao vivo, mas não sou adepta ferrenha, nem faço ideia quando são os jogos (risos). Sou do FC Porto, mas já fui do Benfica em pequena. Chamam-me vira-casacas, mas a verdade é que nem ligo.

Praticaste algum desporto?
Antes de me envolver a 100% no ginásio, pratiquei natação em nível de competição e fiz equitação durante 7 anos. Agora não tenho montado, mas as saudades são muitas. Mais recentemente, e apesar de muita parada de momento, faço surf. E a paixão mais recente é o Yoga.

O que gostas mais no teu corpo?
O que gosto mais é a harmonia, o equilíbrio que tento ter entre todas as porções corporais. Sempre fui muito magrinha, nem 50kg tinha, e não gostava nada. Agora sinto que tenho a picareta nas minhas mãos e que vou esculpindo à medida que o tempo vai passando.

“Pratiquei natação em nível de competição e fiz equitação durante sete anos”

E  que gostas mais num homem?
Aprecio muito um homem bom falante, com conversa, ambicioso e carinhoso.

E eles em ti?
Essa não é fácil, acho que o facto de ser também ambiciosa e com valores muito  vincados.

Mudando de assunto, como é que são os teus biquínis?
Biquínis são a minha perdição. Por mim vivia no verão e de biquíni na mala sempre. Tenho todo o tipo de biquínis, triquinis e fatos de banho. Gosto muito de variar.

E preferes praia ou piscina? 
Prefiro praia, claro. O mar transmite-me aquela calma impressionante e sou o tipo de pessoa que adora encher-se de areia (risos).

“Biquínis são a minha perdição. Por mim, vivia no verão”

Qual o piropo mais engraçado que já recebeste?
Há coisas tão parvas, nem sei, mas acho que elogios são mais frequentes que piropos, até porque, passo imenso tempo a trabalhar e no local de trabalho costumam ser bastante educados.

E como ocupas o teu tempo livre?
Os hobbies têm muito que ver com a prática física, por isso, o Yoga neste momento, além de idas à praia, estar com os amigos e partilhar tardes e noites de conversa.

Qual é a tua foto preferida no Instagram?

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Inês Afonso (@pt_ines_afonso) a

Foto favorita, talvez esta. Transmite muito a minha energia.

“Aprecio muito um homem bom falante, com conversa, ambicioso e carinhoso.”

E qual é o tipo de foto que os teus seguidores mais gostam?
Penso que gostam muito de fotos de verão, de sorriso nos lábios e que transmita muita energia.

E o que é que os teus amigos e namorado acham das fotos que partilhas?
Os meus amigos gostam imenso, algumas amigas até me acompanham, quando vou fotografar. Gostam de fazer parte da envolvência. Namorado, não há.

Quanto tempo demoras, depois de acordares, até ires dar uma espreitadela no feed do Instagram?
Dou uma espreitadela enquanto tomo o pequeno almoço (risos).

E qual é a última coisa que fazes antes de adormecer?
Antes de adormecer, olho para agenda do dia seguinte. A agenda basicamente dorme comigo.

Ainda não segue a Inês Afonso no Instagram? Então não sabe o que anda a perder.

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

21-09-2018



RELACIONADOS