Treinar com constipação? Pode e deve, mas com precaução

Treinar com constipação? Pode e deve, mas com precaução

Desporto

Treinar com constipação? Pode e deve, mas com precaução

Exercício pode ser um amigo importante no combate aos sintomas da constipação, mas deve ter sempre alguma precaução.

Artigo de Equipa Paraeles

16-01-2023

Uma excelente forma de combater as tradicionais constipações é o exercício físico, que pode reduzir não só a duração da constipação, como também os próprios sintomas. Desde logo porque potencia o nosso sistema imunitário. É, por isso, algo que devemos ter muito em conta. Claro que não deve olhar para este exercício como outro que faz quando se encontra bem de saúde. Deve tomar especiais cuidados, ajustando o treino à sua condição. Pode até manter a sua rotina de treino, mas deve baixar consideravelmente o ritmo e intensidade. A respiração nos exercícios tem um papel preponderante no combate à congestão nasal. Deve, por isso, considerar um treino mais focado no cardio.

Leia ainda: 5 exercícios simples para tonificar os peitorais

Treinar com constipação? Pode e deve, mas com precaução

Deve evitar exercícios com pesos. Com a constipação perdemos força e, além disso, sentimos o corpo mais pesado. É por isso perigoso fazer exercícios com recurso a pesos, pois o risco de uma possível lesão é muito maior.

Se procurar fazer exercício ao ar livre deve estar convenientemente agasalhado. É um mito de que as constipações nos tornam mais vulneráveis aos germes, mas, por outro lado, o ar frio e seco pode irritar as vias nasais e os brônquios. Pode também aumentar a dor no nariz e garganta.

É exigido bom senso. Este tipo de exercício é aconselhado para aquelas típicas constipações passageiras. Se vir que os seus sintomas são um pouco mais preocupantes deve manter-se em casa a repousar.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

16-01-2023



RELACIONADOS