Os 10 melhores cabeceadores do futebol europeu

Os 10 melhores cabeceadores do futebol europeu

Desporto

Os 10 melhores cabeceadores do futebol europeu

Não são nada toscos com os pés mas distinguem-se da generalidade dos futebolistas pelo seu fantástico jogo aéreo.

Artigo de João Cidra

06-08-2018

Sabe quais são os dez jogadores em atividade nos principais campeonatos do futebol europeu com melhor eficácia ofensiva no jogo de cabeça? Nesta lista há um jogador português e outro que joga no nosso campeonato, não sendo particularmente difícil adivinhar de quem estamos a falar. Além disso, há quatro espanhóis que são muito fortex enquanto cabeceadores. Estes números têm em conta a sua prestação ao serviço de clubes, em todas as competições oficiais.

10. Alvaro Morata: 24 golos de cabeça em 86 (28%)

O magnífico jogo de cabeça de Alvaro Morata salta à vista como uma das suas grandes qualidades e até se diria que o ponta de lança do Chelsea poderia estar melhor colocado neste ranking. No entanto, analisando todos os seus golos, verifica-se que no início da carreira quase não marcava de cabeça: dos 31 golos que marcou pelo Real Madrid, apenas quatro foram dessa forma. A situação alterou-se drasticamente e dos seus últimos 25 golos, 15 foram obtidos através de cabeceamentos.

9. Fellaini 29 golos de cabeça em 66 (44%)

Quase metade dos golos que Fellaini apontou ao longo da carreira foram através de cabeceamentos, fazendo bom uso dos seus 1,94 metros. Mesmo não sendo titular indiscutível no Manchester United, o belga tem sido várias vezes o salvador da equipa de José Mourinho graças ao seu magnífico jogo de cabeça. Dos últimos 15 golos que marcou nos “red devils”, nove foram com essa parte do corpo.

8. Lukaku: 42 golos de cabeça em 178 golos (24%)

Lukaku é o protótipo de ponta de lança moderno, aliando uma boa técnica e um espantoso poder físico a um notável jogo de cabeça. Curiosamente, a percentagem de golos que tem marcado no jogo aéreo até tem diminuído nas últimas épocas, mas isso parece ter mais a ver com a sua grande evolução no jogo de pés do que com uma perda de qualidade no cabeceamento.

Há quatro espanhóis na lista dos melhores cabeceadores

 7. Sérgio Ramos 46 golos de cabeça em 76 golos (61%)

O central do Real Madrid é, de muito longe, o jogador desde Top 10 com uma maior percentagem de golos de cabeça. Ele que é o defesa dos cabeceamentos decisivos em jogos importantes: por exemplo os que conseguiu nas finais da Liga dos Campeões de 2013/14 e 2015/16, ambas diante do Atlético de Madrid. E como esquecer a noite de março de 2017 em que o Real Madrid perdia em Nápoles por 1-0, quando de repente surgiu Sergio Ramos a dar a volta com dois golos de cabeça, mostrando o caminho para os quartos de final da Champions?

6. Olivier Giroud 48 golos de cabeça em 187 golos (26%)

Olivier Giroud ficou a seco no último Campeonato do Mundo e as suas exibições foram muito criticadas, apesar do título francês. Isso não o impede de continuar a ser dos mais temidos cabeceadores do futebol mundial, como se prova pelo total de 48 golos que obteve dessa forma ao longo da carreira.

Na época passada perdeu a titularidade no Arsenal para Lacazette e mudou-se para o Chelsea. Em Stamford Bridge foi pouco utilizado no início, mas ganhou novo fôlego a partir de abril, a ponto de marcar cinco golos, dois dos quais de cabeça. Será para continuar nesta nova temporada?

5. Bas Dost 54 golos de cabeça em 195 golos (27%)

O ponta de lança do Sporting alia uma altura de 1,96 metros a uma notável precisão no jogo de cabeça. Na época passada, 14 dos 34 golos que marcou ao serviço dos leões foram de cabeça e na temporada de estreia já tinham sido 13 em 36.

Os extremos do Sporting vão mudando mas a estratégia pode continuar a ser a mesma: se houver bons cruzamentos para a área, o “holandês voador” resolve no segundo andar.

4. Radamel Falcao 61 golos de cabeça em 251 (25%)

Radamel Falcao é o jogador mais baixo neste top 10 mas os seus 1,77 metros não o impedem de ser um fantástico cabeceador. Este verdadeiro “rato de área” sabe que não pode ganhar as disputas de bola pelo ar com a esmagadora maioria dos centrais e por isso distingue-se pelo seu posicionamento e pela forma como engana os adversários.

Um dos golos que certamente o colombiano recorda com mais saudade foi o cabeceamento que deu a vitória ao FC Porto na final da Liga Europa com o Sporting de Braga, num espetacular remate em voo.

3. Aritz Aduriz: 66 golos de cabeça em 212 (31%)

Ariz Aduriz é uma autêntica lenda do Athletic Bilbao, clube que representa há já sete temporadas. Curiosamente, não é muito alto (1,82 metros), o que não o impede de ser um fantástico cabeceador, devido ao seu superlativo poder de elevação. Com a saída de Cristiano Ronaldo, passou a ser o melhor marcador de golos de cabeça em atividade na Liga espanhola, com um total de 49.

Quem viu nunca mais esqueceu o seu golaço ao Real Madrid, em março de 2015 e que valeu a vitória por 1-0. O cabeceamento foi tão forte que quase parecia um tiro com o pé. Casillas nem viu a bola, pois claro.

2. Fernando Llorente 70 golos de cabeça em 165 (42%)

O ponta de lança espanhol costuma usar o seu poder físico e os 1,95 metros de altura para atirar a contar de cabeça e apesar de já não ter o fulgor dos tempos do Athletic Bilbao, continua a ser dos mais temíveis cabeceadores do futebol europeu. Em 2016/17, foi o melhor marcador da Primeira Liga inglesa com essa parte do corpo (oito golos num total de 15 ao serviço do Swansea).

Na temporada passada, só conseguiu apontar cinco golos pelo Tottenham (dois de cabeça) pois o ponta de lança titular era (e continuará certamente a ser) um tal de Harry Kane.

1. Cristiano Ronaldo: 97 golos de cabeça em 571 golos (17%)

Tendo em conta o número impressionante de 571 golos marcados ao longo da carreira (sem contar com os 85 ao serviço da seleção nacional) e tendo em conta o seu reconhecido excelente jogo de cabeça, não é de estranhar que seja Cristiano Ronaldo o futebolista em atividade com mais golos de cabeça.

Por vezes até parece que CR7 pára no ar, tal a sua fantástica técnica de cabeceamento. Algo que já vem de há muitos anos, bastando recordar o golo que marcou com a AS Roma, ao serviço do Manchester United, em jogo da Liga dos Campeões, ou, mais recentemente, diante do País de Gales, nas meias-finais do último Campeonato da Europa.

Estudos recentes provaram que CR7 consegue saltar 44 centímetros sem qualquer balanço. Com impulso, pode chegar a saltar 78 centímetros, ou seja, chega à altura de 2,63 metros, uma média superior à maior parte dos jogadores da NBA.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
João Cidra

06-08-2018



RELACIONADOS