Tom Cruise devia ter morrido no início de Top Gun: Maverick

Tom Cruise devia ter morrido no início de Top Gun: Maverick

Culto

Tom Cruise devia ter morrido no início de Top Gun: Maverick

Top Gun: Maverick foi um sucesso de bilheteiras um pouco por todo o mundo, um pouco, aliás, como já tinha acontecido com o primeiro filme, nos anos 80

Artigo de Equipa Paraeles

16-01-2023

Foi um dos maiores sucessos dos últimos tempos e recolheu elogios vindos dos mais diversos quadrantes. A prestação de Tom Cruise em Top Gun: Maverick também não ficou aquém das expetativas, mas nem toda a gente ficou satisfeita com a veracidade das cenas de ação do filme. Como é o caso de famoso astrofísico norte-americano Neil deGrasse Tyson.

Tom Cruise devia ter morrido no início de Top Gun: Maverick

“Maverick ejeta-se de um avião hipersónico a Mach 10.5, antes de cair. Ele sobreviveu sem ferimentos. A essa velocidade de ar, o corpo dele iria espatifar-se como uma luva de cota de malha a bater num verme”, explicou aos seus mais de 14,8 milhões de seguidores nas redes sociais. “Em velocidade supersónica, o ar não se pode separar suavemente para si, pelo que, quando Maverick se ejeta a tal velocidade, o ar seria o equivalente a uma parede de tijolos”, continua.

Leia ainda: Tom Cruise em vias de ser super-herói ao serviço da Marvel

“Quando Maverick se ejeta a Mach 10.5, ele está a ir cerca de sete mil milhas por hora [os tais 11.265 quilómetros por hora] , o que lhe dá 400 milhões de joules de energia cinética — o poder explosivo de 100 quilos de dinamite. Uma situação que a fisiologia humana não está preparada para sobreviver”, esclareceu. “Portanto, não. Maverick não se safa disto. Ele estaria morto. Muito morto”, conclui.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

16-01-2023



RELACIONADOS