Conhecimento Letal, a série que aborda mortes misteriosas de cientistas

Conhecimento Letal, a série que aborda mortes misteriosas de cientistas

Culto

Conhecimento Letal, a série que aborda mortes misteriosas de cientistas

O Crime + Investigation estreia uma série que examina a morte suspeita de pessoas ligadas à ciência, provando que o conhecimento e a inteligência podem ser importantes alvos para criminosos profissionais.

Artigo de Equipa Paraeles

06-12-2018

O Crime + Investigation estreia dia 9 de dezembro, às 22h30, “Conhecimento Letal”, uma emocionante série, que desvenda crimes em que as vítimas são os grandes crânios da ciência moderna. Físicos nucleares atingidos por bombas nos carros ou engenheiros de artilharia mortos a tiro à porta de casa, “Conhecimento Letal” prova que ter conhecimento a mais pode, sem dúvida, ser muito perigoso.

Esta série investiga as mortes de cientistas e engenheiros militares mundialmente reconhecidos, que aconteceram de forma suspeita e em circunstâncias pouco comuns. Recorrendo à análise especializada de antigos investigadores do FBI, peritos em explosivos e operacionais dos serviços secretos, esta série desmonta estes casos suspeitos revelando um ninho de conspirações, espionagem e intriga. “Conhecimento Letal” encontra as pistas, apresenta as provas e expõe os factos que forças poderosas tentam encobrir durante muitos anos.

Bruce Ivins – Domingo, 9 de dezembro, 22h30

No seguimento dos horríveis ataques de 11 de setembro, a América confronta-se com mais uma ameaça mortal: cartas contaminadas com antraz matam cinco indivíduos e infetam mais uma dúzia de pessoas. Ao fim de sete anos de investigação o FBI cerra fileiras ao homem que dizem ser responsável: o cientista do exército Dr. Bruce Ivins. Mas antes que possa ser preso, Ivins morre de forma súbita. O FBI encerra o caso, afirmando que Ivins era culpado – mas há muitos que não acreditam. Usando os testemunhos de antigos investigadores do FBI e grandes especialistas em antraz este episódio revê o caso, tanto contra como a favor da culpabilidade de Ivins… revelando porque é que muitos dizem que o FBI apanhou o homem errado.

Frank Olson – Domingo, 9 de dezembro, 23h10

Quando Frank Olson, cientista da CIA, mergulha para a morte de uma janela do décimo andar de um hotel em Manhattan, a sua família é informada que ele cometeu suicídio. No entanto, durante décadas circula a suspeita de que Olson terá sido assassinado para o silenciar sobre um segredo prejudicial à CIA. Agora, o jornalista de investigação Hank Albarelli e Steve Saracco, antigo procurador de casos arquivados de Nova Iorque, resolveram analisar o caso de uma nova perspetiva. Os seus esforços vão conduzi-los a um caminho escuro de pesquisas secretas, testes ilícitos a drogas, interrogatórios violentos e uma conspiração que poderia ir até ao topo

Don Wiley | Heinz Krug – Domingo, 16 de dezembro, 22h30

Em 2001, desaparece um cientista detentor dos segredos sobre o vírus mais letal da história. O biólogo estrutural de Harvard, o Dr. Don Wiley, sai de um hotel de Memphis depois da meia-noite e nunca mais é visto. Suicídio? Homicídio? Ou será que as pesquisas de Wiley o transformaram em alvo de bio-terroristas? Na segunda história, o antigo engenheiro de foguetões nazi, Heinz Krug, desaparece quando trabalhava no programa de mísseis do Egipto. Durante 40 anos, o seu destino permanece um mistério… até agora, quando novas provas apontam para um homicídio perpetrado por um dos mais improváveis agentes duplos da história da espionagem.

A Guerra das Estrelas | Cientistas Iranianos – Domingo, 16 de dezembro, 23h10

Quando cerca de 25 cientistas morrem inesperadamente no final dos anos de 1980 o jornalista Tony Collins interroga-se se as suas mortes poderão estar ligadas aos seus trabalhos. Ele descobre que muitos dos homens que morreram estavam envolvidos em projetos tecnológicos militares americanos com ligações ao sistema de defesa de mísseis Guerra das Estrelas. Será possível que os soviéticos andem a assassinar cientistas para sabotar o programa Guerra das Estrelas? Na segunda história, bombas nos carros e tiroteios matam cinco cientistas nucleares no Irão. Entretanto, um vírus muito destrutivo ataca um dos principais reatores nucleares do Irão. Será que estamos perante o mesmo culpado, tanto no caso dos assassinatos como no ataque cibernético?

Jack Parsons – Domingo, 23 de dezembro, 22h30

No verão de 1952, uma explosão destruiu um laboratório temporário em Pasadena matando Jack Parsons, o pioneiro americano da ciência aeroespacial. Na sua brilhante carreira, Parsons tinha resolvido alguns dos maiores mistérios científicos da sua época e preparou o caminho para que o Homem entrasse no espaço. Mas Parsons também tinha uma paixão obscura pelo oculto e as circunstâncias da sua morte estiveram sempre envolvidas em suspeitas e mistério. Terá sido homicídio, acidente ou suicídio? Pela primeira vez, um antigo investigador de explosões do FBI vai recriar o laboratório e a explosão, com o objetivo de descobrir a verdade sobre a morte de Jack Parsons.

Gerald Bull – Domingo, 23 de dezembro, 23h10

Gerald Bull, o génio da balística mundialmente famoso é um homem que sonha alto. A sua obsessão de toda a vida, o uso de armas para pesquisas científicas, conduziu-o a um plano ambicioso: construir o maior morteiro do mundo e usá-lo para lançar um satélite para o espaço. Mas é difícil encontrar um patrocinador, especialmente, depois de se cair em desgraça por tráfico ilegal de armas. Bull vê-se sem outra opção e faz uma parceria com o ditador iraquiano Saddam Hussein. Mas construir a maior arma do mundo para o brutal dirigente coloca Bull numa situação perigosa e a sua obsessão pela superarma acaba por custar-lhe a vida.

Shane Todd | Yahia El Mashad – Domingo, 30 de dezembro, 22h30

Quando o jovem engenheiro de computadores americano, Shane Todd, aceita um trabalho em Singapura, em 2010, espera ter uma aventura. No entanto, apenas 18 meses mais tarde, é encontrado morto no seu apartamento em Singapura. Aparentemente, trata-se de um suicídio, mas os pais desconfiam que se tratou de um crime. Será que a sua morte está relacionada com o trabalho que desenvolvia com nitrato de gálio – um semicondutor com aplicações militares revolucionárias? Na segunda história, um físico egípcio é encontrado morto num quarto de hotel em Paris. O caso toma um rumo sinistro quando se descobre que ele dirigia o programa nuclear do ditador iraquiano Saddam Hussein.

Nikola Tesla – Domingo, 30 de dezembro, 23h10

Depois de levar a eletricidade ao lar de todos os americanos, o inventor visionário Nikola Tesla sonha cada vez mais alto. Ele quer produzir tecnologia de defesa tão avançada que a guerra se torne impossível. Em 1937, anuncia os planos para uma arma deste calibre: um feixe de partículas conhecido como o ‘Raio da Morte’. No entanto, em meados da Segunda Guerra Mundial, precisamente quando a sua arma era mais precisa, Tesla é encontrado morto no seu hotel em Manhattan. O seu cofre tinha sido assaltado e tinham desaparecido documentos, dando início a um mistério que continua por resolver até hoje. Terá Nikola Tesla sido morto para obterem os planos secretos da arma mais destruidora jamais concebida?

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

06-12-2018



RELACIONADOS