Como lidar com o vício do jogo online? Tudo o que deve saber

Como lidar com o vício do jogo online? Tudo o que deve saber

Consumo

Como lidar com o vício do jogo online? Tudo o que deve saber

Os jogos de azar e as apostas em Portugal dispararam no período de confinamento. Com a pandemia fomos obrigados a passar mais tempo em casa, aumentando a possibilidade de um  jogador ocasional se tornar num jogador frequente, e como consequência aumenta o risco de vício com o jogo.

Artigo de Equipa Paraeles

30-09-2020

Quem não gostava de mudar a vida com a sorte de uma jogada certeira? Pode apostar na sorte, mas com regras. Cada vez passamos mais tempo na internet, nomeadamente nas redes sociais e a partir de dispositivos móveis. E se a ideia de ganhar dinheiro com o jogo sempre foi tentadora, atualmente, com os  casinos cada vez mais avançados tecnologicamente, é ainda mais fácil apostar legalmente num casino ou numa casa de apostas online, e sem sair do sofá! Esta facilidade que os casinos online oferecem pode ter um reverso da medalha, dado que há um maior incentivo ao jogo.

Os jogos de azar e as apostas em Portugal dispararam no período de confinamento. Com a pandemia fomos obrigados a passar mais tempo em casa, aumentando a possibilidade de um  jogador ocasional se tornar num jogador frequente, e como consequência aumenta o risco de vício com o jogo.

Aceder a um site de jogos de azar é uma excelente excelente forma de nos divertirmos, de nos descontrairmos e ganharmos algum dinheiro. Mas temos de estar conscientes que estes jogos implicam sempre algum risco. E é por ser mais fácil do que parece deixarmos que a adrenalina do jogo nos turve o discernimento, há regras de ouro que não podemos descurar.

5 formas de evitar e lidar com o vício em jogos online

1. Certifique-se que a plataforma que seleciona para jogar é legalizada. Existem várias casas de apostas online legalizadas em Portugal, optar por uma delas vai garantir que joga num sítio que cumpre com todas as normas de segurança e assegura boas práticas com o apostador. Há sites, como o MisterCasino.pt que ajudam os jogadores a encontrar um casino seguro e justo em Portugal, com revisões de casino atualizadas e efetuadas com toda a imparcialidade. Dados do Instituto de Apoio ao Jogador refere que a maior parte dos seus pacientes não joga em sites nacionais legais, jogam quase todos em site internacionais, ilegais, que têm prémios melhores mas em que a autoexclusão e os mecanismos de controlo não funcionam tão bem.

2. Certifique-se que escolhe uma plataforma de apostas online com a possibilidade de autoexclusão. Saiba que muitos jogadores, quando sentem que estão ter um problema, vão exercer essa possibilidade de autoexclusão. Há plataformas que oferecem a possibilidade de controlar as horas diárias ou semanais que se passam a jogar. Mas como funciona o mecanismo de autoexclusão? Um pessoa que esteja inscrita nestes sites tem a possibilidade de preencher um formulário em que pede para ser impedido de jogar em determinado momento. Pode escolher ser impedido de jogar por uma semana, um mês, dois meses, seis meses, um ano ou tempo indeterminado.

3. Como é que se percebe que deixou de jogar por prazer e passou a ter um vício? Nem sempre é fácil detectar o início de um comportamento viciante. Tal como as outras dependências, o jogador começa a trocar as prioridades, passa a estar menos tempo com a família, começa a jogar durante o tempo de trabalho, deixa de ter dinheiro para pagar as contas fixas do mês pois gasta dinheiro que devia estar reservado às contas fixas. Estes são alguns indícios aos quais é preciso estar atento.

4. Não gaste mais dinheiro a tentar recuperar as derrotas. Há alguma tendência, quando a sorte não está do lado do jogador, de tentar recuperar o dinheiro perdido aumentando até o valor das apostas. Faça exatamente o oposto, ou seja, quando a sorte estiver do seu lado, no lugar de encarar esses lucros como novo investimento para ganhar mais, coloque parte desse ganho à parte, e controle sempre o valor que aposta.

5. Peça ajuda. Existem em Portugal diversas associações que prestam ajuda a jogadores dependentes do jogo, como por exemplo a linha Vida do Serviço de Regulação Inspeção de Jogos (SRIJ), um serviço de apoio gratuito e anónimo, que oferece  aconselhamento a jogadores que se debatem com o vício do jogo, bem como formas e ferramentas para ultrapassá-lo.

Com uma boa estratégia, pode apostar que aproveitará o melhor lado do jogo sem dores de cabeça!

 

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

30-09-2020



RELACIONADOS