Este veículo todo-o-terreno conjuga ferrugem com tecnologia moderna

Este veículo todo-o-terreno conjuga ferrugem com tecnologia moderna

Automundo.pt

Este veículo todo-o-terreno conjuga ferrugem com tecnologia moderna

Esta criação recorre a um chassis tubular feito à medida com a carroçaria de uma “velha” e ferrugenta Diamond T. O resultado é um veículo todo-o-terreno radical com mais de 600 cavalos.

Artigo de Guilherme André

15-02-2020

Como se sabe, o povo norte-americano tem uma grande apetência para criações fora do comum. Desta vez, apresentamos um veículo todo-o-terreno pronto para tudo. O chassis tubular construído de raiz, recebe a carroçaria de um Diamond T. Para quem não conhece, este foi um fabricante norte-americano fundado em 1905 e extinto em 1967. Pelo caminho, deixaram várias pick-ups, com maior proeminência nos anos 40 e 50.

Leia ainda: Mercedes apresenta barco de luxo que vem com um G63 a condizer

A criação foi feita pela Vice Unlimited, uma empresa de modificações, que encontrou uma carrinha Diamond T de 1946 a “morrer” no ferro velho. Decidiram dar-lhe uma “nova vida” como máquina de todo-o-terreno. No total, a empresa demorou dois anos a terminar este veículo. O resultado foi uma carrinha ferrugenta, mas que parece pronta para qualquer obstáculo que se meta pelo caminho. O mais estranho é que a empresa conseguiu homologar este veículo para estrada!

Veja o vídeo:

Este veículo todo-o-terreno debita mais de 600 cavalos

Ainda assim, está recheada de tecnologia. No tablier sobressai um ecrã digital que serve como “central de controlo” do veículo. Assim, é possível ver informações como velocidade ou rotações. Para além disso, está equipado com, imagine-se, ar condicionado. Para impulsionar este “monstro” a empresa recorreu a um motor 6.0 V8 montado atrás do condutor. Este debita 650 cavalos de potência.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça a criação norte-americana.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
Guilherme André

15-02-2020



RELACIONADOS