Preparadora transforma Tesla Model 3 num descapotável

Preparadora transforma Tesla Model 3 num descapotável

Automundo.pt

Preparadora transforma Tesla Model 3 num descapotável

Com o verão a chegar, uma preparadora norte-americana apresentou um Tesla Model 3 descapotável. Só a transformação começa nos 25 mil euros.

Artigo de Guilherme André

22-05-2020

A Tesla tem uma gama de modelos cada vez mais recheada, no entanto ainda faltam alguns mercados. É o caso dos descapotáveis e, perante este facto, a Newport Convertible Engineering, preparadora norte-americana, decidiu criar exatamente isso. Com base num Tesla Model 3, equiparam uma capota de lona retrátil que recolhe para um compartimento dedicado na bagageira.

Leia ainda: Preparador italiano torna Fiat Panda da primeira geração num elétrico

Esta solução inovadora aparenta estar bem conseguida. De acordo com a empresa, o processo de modificação abrange remoção do tejadilho, reforços estruturais. Tudo isto sem perturbar a segurança do modelo ou sistemas como o autopilot. Com o pode ver, os pilares B foram mantidos visto que é onde se situam as câmaras para o funcionamento da condução autónoma. O trabalho demora aproximadamente três meses a realizar.

Junte-se ao Automundo no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por automundo.pt (@automundo_pt) em

Tesla Model 3 descapotável disponível em duas versões

Se ficou interessado, saiba que está disponível em duas variantes. A primeira com abertura manual custa 25 mil euros, mais o carro dador. Já a de capota elétrica salta para os 35 mil euros, igualmente, mais o carro dador.Para quem não conhece a Newport Convertible Engineering não é uma empresa qualquer. Com sede na Califórnia contam com trabalhos em Aston Martin Rapide, Ford F-150 ou ainda Tesla Model S.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Percorra a galeria e conheça a modificação.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
Guilherme André

22-05-2020



RELACIONADOS