Condutores passam quatro dias por ano a colocar os filhos no carro

Condutores passam quatro dias por ano a colocar os filhos no carro

Automundo.pt

Condutores passam quatro dias por ano a colocar os filhos no carro

Tomando Inglaterra como exemplo, mães e pais chegam normalmente onze minutos atrasados aos seus compromissos devido ao tempo gasto a sentar devidamente as crianças no automóvel. No centro de Londres, o tempo sobe para dezoito minutos.

Artigo de João Isaac

03-01-2020

Um estudo recente revelado pela Seat indica que, em média, os condutores gastam cerca de quatro dias por ano a colocar os seus filhos no carro. Tomando Inglaterra como exemplo, mães e pais chegam normalmente onze minutos atrasados aos seus compromissos devido ao tempo gasto a sentar devidamente as crianças no automóvel. No centro de Londres, o tempo sobe para dezoito minutos.

Pais condutores recorrem a truques para acelerar as crianças

Neste aspeto, segundo feedback transmitido pelas famílias, as crianças entre os dois e os três anos são aquelas que mais tempo consomem aos seus pais nesta rotina diária. Entre as principais causas das demoras estão a colocação dos cintos, as idas tardias à casa de banho e acomodar todo o material necessário no dia-a-dia dos mais pequenos.

Leia ainda: Volkswagen despede-se do mítico Carocha com vídeo emocional

Os mais velhos vêem-se obrigados a recorrer a truques para acelerar o processo. Entre os principais, destacam-se a oferta de doces ou a promessa de uma viagem acompanhada pelas suas músicas preferidas. No entanto, a Seat inclui igualmente no seu Tarraco algumas soluções que podem ajudar. São disso exemplo o portão traseiro com abertura mãos-livres e as várias configurações possíveis dos sete lugares. As soluções multimédia como o Apple Car Play e Android Auto asseguram entretenimento adicional para as crianças.

Clique aqui para se juntar ao Automundo no Facebook

Veja o vídeo:

Imagens: iStock by Getty Images

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
João Isaac

03-01-2020



RELACIONADOS