Masturbação, uma arma no combate contra a ansiedade e stress

Masturbação, uma arma no combate contra a ansiedade e stress

Amor e Sexo

Masturbação, uma arma no combate contra a ansiedade e stress

Em tempos de pandemia, os níveis de ansiedade e stress cresceram de forma assinalável. A masturbação pode ser a resposta a este problema.

Artigo de Equipa Paraeles

28-08-2020

A pandemia trouxe para cima da mesa os problemas de saúde mental, nomeadamente o tema da depressão e atenção que deve ser dada a sintomas como crises de ansiedade ou de grande stress. Estes sintomas, pelo período de grande indefinição que vivemos, estão mais presentes na vida das pessoas. O sexo, e nomeadamente a masturbação, podem ser uma arma importante para combater estes problemas.

Veja o vídeo:

Masturbação ajuda a equilibrar os níveis de ansiedade

Os benefícios da masturbação para a saúde são vários, como por exemplo o facto de ajudar a prevenir o cancro da próstata ou de ajudar a fortalecer o sistema imunitária. Ora, segundo um estudo recente, também ajuda a equilibrar os níveis de ansiedade. O estudo foi citado num artigo da revista Instyle, que reconhece, no entanto, que em tempos de pandemia, de grande preocupação, pensar na masturbação pode ser difícil, nomeadamente para as mulheres.

Leia ainda: Afinal, são as mulheres que adormecem mais facilmente depois do sexo

A mensagem é que, mais do que nunca, é importante que nos foquemos em nós e no nosso bem-estar. A nível sexual e não só. Até porque o distanciamento social também não facilita que estejamos com outras pessoas. “No meio de uma resposta coletiva ao trauma, os nossos sistemas nervosos estão em constante alerta máximo para o perigo”, explica à revista a psicóloga clínica Meghan Fleming.

Veja o vídeo:

Masturbação diz ao cérebro que está tudo bem

“A boa notícia é que a masturbação pode funcionar como um botão de redefinição. Este ato diz ao seu cérebro que está tudo bem, que podemos respirar e relaxar. E, assim sendo, estar num estado mais relaxado faz com que a sua energia possa ser novamente mais expansiva e faz com que possamos ter acesso às nossas melhores partes para tomarmos melhores decisões e sermos mais criativos”, explica a especialista.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

28-08-2020



RELACIONADOS