Influenciadoras digitais denunciam esquema de prostituição de luxo nas redes sociais

Influenciadoras digitais denunciam esquema de prostituição de luxo nas redes sociais

Amor e Sexo

Influenciadoras digitais denunciam esquema de prostituição de luxo nas redes sociais

Um grupo de Influenciadoras digitais denunciou num programa de televisão um esquema de prostituição de luxo nas redes sociais.

Artigo de Equipa Paraeles

27-01-2020

Um escândalo sexual que despontou no Reino Unido e que está a dar bastante que falar. Um grupo de influenciadoras digitais britânicas revelou num programa de televisão na BBC que recebem propostas de milhares de euros, através das redes sociais, em troca de favores sexuais. “É prostituição de luxo — é assustador pensar que, se eles me mandaram mensagens, provavelmente fizeram-com com outras milhares de jovens bonitas no Instagram”, confessa Tyne-Lexy Clarson, uma das influenciadoras digitais que foi ao programa denunciar o caso.

Aproveite este bónus de 50 euros para ganhar dinheiro a jogar casino ou a apostar. Registe-se aqui

Primeira oferta foi apenas para um jantar

Esta jovem, de apenas 19 anos, revelou que a primeira vez que foi confrontada como uma situação deste tipo foi quando foi abordada por um homem que lhe ofereceu 20 mil libras (cerca de 24 mil euros) para que ela jantasse com ele. A partir desse momento, conta, foram surgindo muitas outras ofertas, cada vez mais explícitas a respeito dos favores sexuais.

Aproveite este bónus de 50 euros para ganhar dinheiro a jogar casino ou a apostar. Registe-se aqui

Tyne-Lexy Clarson contou também que os contactos são muitas vezes efetuados por agências contratadas por homens poderosos. Numa dessas situações, uma agência enviou-lhe um email com uma proposta de 50 mil libras (cerca de 59 mil euros) por cinco noites no Dubai. A proposta em questão continha um termo de confidencialidade garantindo que os detalhes das exigências feitas a si durante a viagem permaneceriam em segredo. Tyne-Lexy rejeitou.

Assunto tabu entre as influenciadoras digitais

A influencer britânica explica que nunca acedeu a nenhum destas abordagens, mas confessa temer que outras influenciadoras, menos bem sucedidas, se sintam pressionadas a aceitar para conseguirem “manter as aparências”. “É muito dinheiro para algumas pessoas, quantias que podem mudar a vida de alguém”, diz.

Rosie Williams, uma das outras influenciadoras a denunciar o caso, revelou que chegou a receber, muito recentemente, uma oferta de 100 mil libras por ano (cerca de 117 mil euros), além de várias peças de roupa de luxo, para ser acompanhante de luxo de um homem no Dubai. Rosie diz ainda que este é um assunto que não é falado entre influencers.

“Senti-me violada”

Uma outra influenciadora, anónima, que se identificou como uma estrela de um reality show, que aceitou uma dessas propostas. “Primeiro, ele ofereceu-me bolsas de marcas de luxo. Ele tinha um fetiche por ser financeiramente dominante, então ficava excitado por gastar centenas de libras em produtos para mim”, explica. “Eu também estava a sofrer para manter os meus seguidores engajados. Acho que foi por isso que aceitei a oferta”, conta.

Não perca: Divirta-se e ganhe dinheiro com as melhores slots machines (e sem sair de casa)

 “Ele foi muito agradável quando eu lá estava. No jantar, começámos a beber e ele fez perguntas sobre as minhas finanças — eu contei-lhe que tinha uma dívida de 5 mil libras (cerca de 6 mil euros). Ele disse: ‘Faz sexo comigo e eu  dou-te o dobro disso'”, contou. “Isabel” diz que aceitou a oferta. “Fiquei muito decepcionada comigo mesma, senti-me degradada, violada.”

Percorra a galeria e veja algumas fotos de Tyne-Lexy Clarson, uma das denunciantes deste escândalo.

Fotos: Reprodução Instagram e iStock

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

27-01-2020



RELACIONADOS