Casais ficam mais parecidos ao longo do tempo? Descubra a resposta

Casais ficam mais parecidos ao longo do tempo? Descubra a resposta

Amor e Sexo

Casais ficam mais parecidos ao longo do tempo? Descubra a resposta

Existe a ideia de que os casais vão ficando mais parecidos com o passar do tempo, mas essa ideia, que foi defendida por um conhecido psicólogo, foi agora refutada.

Artigo de Hugo Mesquita

20-10-2020

O conceituado psicólogo Robert Zajonc lançou, nos anos 80, um estudo que defendia que os parceiros começam a parecer-se mais uns com os outros ao longo do tempo. A ideia tornou-se uma verdade garantida e tema de conversa em muitos lares. Mas foi agora, muitos anos depois, refutada por um novo estudo.

Leia ainda: 6 passos para combater a ansiedade no primeiro encontro

Neste novo trabalho, publicado muito recentemente na revista Scientific Reports, os investigadores defendem outra ideia. Acreditam que as pessoas são atraídas por parceiros que se parecem com elas mesmas. No entanto, dizem também que o tempo juntos não exacerba essas mesmas semelhanças.

Veja o vídeo:

Pessoas semelhantes atraem-se

O erro de Zajonc, segundo este novo estudo, foi o facto de ter usado uma amostra demasiado pequena. O falecido psicólogo fez com que um grupo de voluntários classificassem fotografias de uma dúzia de casais e concluiu que os seus rostos se tornaram mais semelhantes ao longo do casamento como resultado do ambiente, emoções e atividades partilhadas.

Veja também: O motivo que leva as pessoas a fugir das relações amorosas

Os autores deste estudo, Pin Pin Tea-makorn e Michal Kosinski, fizeram um exercício semelhante mas com um maior número de fotografias. Ao comparar fotos de 517 casais no início dos seus casamentos e fotos deles 20 a 69 anos depois, chegaram à conclusão que os seus rostos “não convergem com o tempo”. As semelhanças existem, defendem, mas porque há uma procura por parceiros que se pareçam e ajam como eles próprios.

Veja o vídeo:

Casais semelhantes numa ampla gama de características

“Os casais tendem a ser semelhantes numa ampla gama de características”, explicam os autores. “Os parceiros românticos de longo prazo demonstraram ser semelhantes em termos de altura, peso, saúde, dieta, idade, atratividade física, educação, habilidade, inteligência, bem-estar psicológico, personalidade, atitudes, valores, religião, classe social, etnia, estilo de vida e muitos outros traços”, dizem ainda.

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Siga o ParaEles no Instagram
Instagram @paraelesofficial

Artigo de
Hugo Mesquita

20-10-2020



RELACIONADOS