As melhores fotos da lua de mel de Sofia Arruda

As melhores fotos da lua de mel de Sofia Arruda

Fama

As melhores fotos da lua de mel de Sofia Arruda

O casal está a passar a lua de mel em Bali, na Indonésia, e Sofia Arruda, que ficou conhecida na série “Super Pai”, tem partilhado nas redes sociais alguns dos momentos que tem vivido durante estes dias.

Sofia Arruda entrou desde muito jovem pelas televisões nacionais. A então menina era uma das filhas de Luís Esparteiro na série de sucesso Super-Pai. Anos mais tarde, Sofia transformou-se numa mulher capaz de arrancar os mais diversos suspiros e comentários aos fãs. E agora, Sofia Arruda é uma mulher casada e o sortudo é David Amaro.

O casal está a passar a lua de mel em Bali, na Indonésia, e a atriz, que ficou conhecida na série “Super Pai”, tem partilhado nas redes sociais alguns dos momentos que tem vivido durante estes dias. “Continuamos a curtir o nosso amor e as nossas férias. (haterzinhos não se enervem pela falta da aliança do David. Quem faz surf sabe bem que o melhor é não arriscar)”, disse.

Sofia Arruda transformou-se numa das mulheres mais apetecíveis do país. Longe vão os tempos em que a bela loura dava os primeiros passos no mundo da representação ao lado de Luís Esparteiro, Madalena Brandão e Filipa Maló Franco, na série juvenil da TVI, Super-Pai. Desde essa altura, Sofia vem desenvolvendo uma carreira em crescendo na arte da representação, com presenças de relevo em telenovelas como “Deixa-me Amar”, “Feitiço de Amor” ou mais recentemente “Amor Maior”, na SIC.

Sofia Arruda. Onde está a menina de Super-Pai?

Sofia Arruda dá dicas de nutrição, treino e moda

Paralelamente ao crescimento profissional, Sofia desenvolveu um corpo de encantar com a forte dedicação ao mundo do fitness. Nas redes sociais e no canal de Youtube, Sofia Arruda dá dicas de nutrição, treino e moda, tendo milhares de seguidores atentos a cada publicação. Numa dessas partilhas, deu que falar um desabafo da atriz ao revelar que havia sido vítima de violência durante um namoro: “Na adolescência tive um namorado que morria de ciúmes. Ele nunca me levantou a mão, mas praticou a violência psicológica contra mim. Fazia sentir-me mal com a forma como me vestia. Vinha comigo às compras e dizia que parecia uma prostituta”, desabafou.

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

RELACIONADOS