9 dicas para recuperar dos excessos desta quadra

9 dicas para recuperar dos excessos desta quadra

Amor e Sexo

9 dicas para recuperar dos excessos desta quadra

Esquece as dietas malucas. Ou outras loucuras. Vais ficar com a barriga lisa e ainda limpas o organismo. Descobre como é fácil recuperar dos excessos.

Já estás no ano novo mas a recuperação não está a ser fácil? Afinal, quem é que consegue resistir a tantas iguarias. Bolo-rei, rabanadas, sonhos, vinho, cerveja e champanhe são apenas alguns exemplos de tudo aquilo que apela aos excessos que quase todos cometem no Natal e passagem de ano. Com a chegada de 2018 vem também o peso na consciência. Por causa de tudo aquilo a que não conseguimos resistir.

Mas não é caso para preocupações. Até porque nem tudo está perdido. O inchaço abdominal e os quilinhos a mais podem desaparecer. Basta seguir estes truques. E deixamos a promessa de que não vamos falar de dietas malucas nem outras outra loucuras. São hábitos simples, que devem ser adotados diariamente e em pouco tempo tudo voltará ao normal. Fica a saber o que tens de fazer.

1 – Hidratação
Este ponto não é novidade para ninguém. Todos sabemos que é essencial beber cerca de dois litros por dia. Tenha uma garrafa perto de si e vá bebendo água ao longo do dia.

 

 

2- Água com limão para começar o dia
Começa o dia a beber um copo de água morna com sumo de limão. É um processo simples que ajuda a desintoxicar o corpo e atua como tónico para o fígado.

 

Começar o dia a beber um copo de água morna com sumo de limão é uma boa dica para recuperar dos excessos.

 

3 – Alimentos que não façam inchar ainda mais
Na hora de comer, opta por alimentos que ajudam a desinchar e desintoxicar: papaia, ananás, abacaxi, limão, canela, gengibre, açafrão, cravo, cranberry e alimentos verde-escuros (couve, por exemplo).

4 -Chás diuréticos são aliados
Preparar chás e bebê-los ao longo do dia, é ótimo para eliminar a retenção de líquidos. Principalmente se for chá-verde, branco, de hibisco ou centelha asiática. Chás de camomila, gengibre e hortelã-pimenta também são bons e ajudam a aliviar os sintomas de ‘empanturramento’.

5 – Escolhe alimentos integrais
Têm muitas fibras que promovem uma maior saciedade durante a refeição. Além disso, regulam o funcionamento do intestino.

6 – Mexe-te um pouco
Se tens o dia livre, resiste à tentação de passar o dia no sofá a atacar o que sobrou das iguarias natalícias ou sem fazer nada. Mexe-te o máximo possível. Fazer caminhadas é uma boa sugestão.

 

 

7 – Não saltar refeições
Não substituas refeições principais por sumos. Tenta, de alguma maneira, compensar algo que comeste. Os sumos não saciam a fome e não possuem todos os nutrientes necessários ao organismo. Come, pelo menos, de 3 em 3 horas.

8 – Não jantes muito tarde
Durante o sono, o metabolismo é mais lento e o gasto energético é menor. Por isso, o ideal é fazer a última refeição até as 20 horas. No entanto, se não conseguires jantar cedo, come qualquer coisa leve como frutas ou iogurte desnatado.

9 – Mastiga
Muita gente nem se apercebe bem da quantidade de comida que ingere por mastigar mal. São tantos os benefícios de mastigar bem a comida: o cérebro recebe sinais de fome e saciedade e o intestino fará uma melhor digestão.

 

 

PÈ
Artigo de
Equipa Paraeles

RELACIONADOS